sexta-feira, 30 de Setembro de 2011

Maçãs Assadas em Vinho Moscatel

Olá, mais uma receita que adoro e que de certa forma marca a presença do outono, gosto de as assar com este vinho de uma região aqui perto, falo da região de Setúbal, mas poderão utilizar vinho do Porto ou um outro vinho generoso a vosso gosto.

             




Ingredientes:
  • nº de maçãs que desejarem ( usei reineta)
  • sumo de limão
  • 1 colher de sopa de açucar amarelo ( ou mascavado)  por cada maçã
  • 1 colher de sopa de vinho por cada maçã
  • 1 cubinho de manteiga sem sal por cada maçã
  • 1 pau de canela por cada maçã
  • 1/2 copo de água caso seja necessário( se a calda secar)
Preparação:
  1. Comece por lavar muito bem as maçãs, com um descaroçador retire-lhes os caroços, faça-lhe dois golpes superficiais no topo de cada uma, de forma a que só corte a pele e não atinja a polpa, desde modo quando estiverem a assar evita que a casca rasgue.
  2. Disponha as maçãs num pirex, regue com umas gotas de limão, coloque um pau de canela no interior de cada uma, onde foi removido os caroços, regue com a colher de Moscatel, adicione o açucar e por último coloque no topo de cada maçã um cubinho de manteiga.
  3. Leve a forno pré aquecido nos 180ºC cerca de 20 minutos,  a meio do tempo convém verificar se é necessário juntar um pouco de água ao pirex, caso a calda tenha secado.
  4. Retire assim que estiverem assadas, deixe arefecer um pouco e se gostar sirva acompanhado com uma bola de gelado.



                                               A minha outra cozinha:  Duxa´s kitchen

sexta-feira, 23 de Setembro de 2011

Douradas com Tomilho em Papelote



Olá, trouxe a inspiração de uma revista do P.Doce, a original é com alecrim, fi-la com tomilho, gosto bastante de o juntar a pratos de peixe, prefiro o alecrim nas carnes, ficará ao vosso critério, utilizem o que mais gostarem, os papelotes concentram todos os sucos e aromas e dão ao peixe um sabor fantástico, experimentem!

                                       Douradas com tomilho em Papelote
Ingredientes:
  • 1 dourada por pessoa ( cerca de 500g )
  • 2 a 3 tomates maduros tipo chucha
  • 2 chalotas ou cebolas pequenas
  • 4 dentes de alho
  • 4 ou 5 raminhos de tomilho, ou só as folhas
  • um fio de azeite
  • sal a gosto
  • papel vegetal, 1 folha tamanho A4 por peixe


Preparação:

  1. Ligue o forno e pré aqueça a 200ºC.
  2. Prepare as douradas, que já devem estar amanhadas, enxugue-as em rolo de cozinha por dentro e por fora.Faça um golpe no lombo de cada lado com uma faca bem afiada e coloque-as sobre a folha de papel vegetal.
  3. Misture o azeite com as folhas de tomilho bem picadas, o sal e os alhos bem picados. Barre as douradas dos dois lados e por dentro com esta mistura.
  4. Lave os tomates, corte-os em rodelas finas e coloque-os sobre as douradas, corte as chalotas em fatias e junte ao peixe, regue com mais um fio de azeite, feche o papelote como se embrulha um rebuçado. Leve ao forno num tabuleiro por cerca de 35 a 40 minutos.
  5. Retire do forno , e sirva num prato em cima do papelote, cuidado ao abrir para não se queimar com o vapor.
  6. Sirva acompanhado com batatas e legumes .

quarta-feira, 21 de Setembro de 2011

Marmelada


Marmelada, o doce de cor âmbar, que se desmancha na boca, no final encontramos os grãozinhos da fruta não totalmente triturada...é sem dúvida o meu doce de eleição e aquele que me transporta até à infância.


Ingredientes:

  • 650g de marmelos lavados, descaroçados e partidos em cubos
  • casca de 1 limão só a parte amarela
  • polpa de meio limão sem caroços e sem a parte branca
  • 1 pau de canela (opcional)
  • 350 de açucar ( a regra é colocar o peso da fruta em açucar, pessoalmente acho demasiado)



Preparação na Bimby (Thermomix) em 30 minutos.

  1. Colocar no copo da Bimby o açucar e a casca do limão, pulverizar alguns segundos Vel. 9.
  2. Adicionar os pedaços de marmelo com casca,  e a polpa do limão, dar 3 ou 4 toques Turbo , baixar com a espátula o que ficou nas paredes do copo e triturar uns 15 segundos /vel. 7/8/9.  Juntar o pau de canela.
  3. Substituir o copo pela cesta (para evitar salpicos) e programar 30 minutos//Temp. 100ºC/Vel.3.
  4. Findo este tempo estará com a consistência da minha, se gostar dela para cortar à fatia, programe mais 10 minutos/ Temp. Varoma/Vel. 3. Coloque em taças , deixe arrefecer, cubra com papel vegetal embebido em aguardente.
Notas: Depois de fria fica com uma consistência mais densa.
            Rendeu 2 tacinhas igual à foto.





Fonte: Receita adaptada do livro base da Bimby

terça-feira, 20 de Setembro de 2011

Coroa Salgada

Coroa salgada, deve existir pouca gente na blogosfera que não tenha visto esta receita , ou que não a tenha experimentado.
Lembro-me de a fazer logo no inicio de me registar no Forum Bimby , e já lá vão 3 anos.
Continua a ser muito apreciada cada vez que a faço, acho que é a massa que a torna tão especial. Para os que já a conhecem, é sempre bom relembrar a receita, para os que a estão a ver pela primeira vez, experimentem que vão gostar.
Dobrei as quantidades de modo a fazer duas coroas ( assim o R. e a M. levam para a merenda que tanto gostam).
Para ótimizar a cozedura, coloquei as duas em simultâneo no forno e escolhi a cozedura ventilada, a de cima ficou um pouco mais escurinha, para ajudar essa foi a que teve direito a sementes de sésamo pretas, ficou a condizer com o tom de pele, sorte a minha  :) , na outra polvilhei sementes de girassol. Costumo adicionar à massa uma colher de sopa de açucar, não fica doce e dá um toque agradável, apesar da receita original não o contemplar. Também não costumo voltar as fatias para cima dando aquele efeito de flor, quem gostar pode fazê-lo.


Ingredientes:

400 g de farinha
150 g de leite
50 g de manteiga em textura pomada (amolecida)
20 g de fermento padeiro ou 1 pacote de vahine ( coloco 10 a 12 g , são suficientes)
3 gemas de ovo
1 de chá de sal
1 colher de sopa de açucar
Recheio:

      Ficam alguns exemplos:
( coloca-se a charcutaria que mais gostarmos)
  • fiambre                                                   
  • bacon
  • paio york
  • paio
  • chourição
  • queijo

Preparação na Bimby ( Thermomix )

Deitar no copo, o leite o sal e a manteiga. Programar 1 minuto, temperatura 37º, velocidade 3.
Juntar as gemas e a levedura, misturar uns segundos na velocidade 2.
Incorporar a farinha e misturar 15 segundos, velocidade 6, e de seguida programar 1 minuto velocidade Espiga.
Tirar do copo, verter a massa numa tigela, se possível de plástico, tapar com película aderente e deixar em repouso até dobrar o volume.

Preparar e armar a coroa:

Uma vez dobrado o volume dispor a massa numa bancada entre dois plásticos. Formar um rectângulo com a ajuda de um rolo.
Retirar o plástico superior. Pintar a massa com manteiga derretida.
 Dispor o recheio que escolhemos pela massa.
Enrolar devagar como se tratasse de uma torta, ajudando com o plástico, selar as pontas com um pouco de água e com os dedos.
Colocar a massa num tabuleiro de forno forrado com papel vegetal, e dar a forma de coroa.
Fazer uns cortes, com uma faca afiada, sem cortar até ao final da fatia( falo da parte de dentro)
Dobrar cada pedaço para cima. (saltei este passo)
Pintar com clara de ovo, polvilhar com queijo ralado. (polvilhei com sementes)
Colocar no forno, pré-aquecido a 50º C, com uma tigela de água no interior deste e deixar que a massa dobre o seu volume.
Uma vez dobrado o seu volume, subir a temperatura a 180º e deixar uns 20 a 25 minutos ou até estar dourado.

Notas:
Pode preparar a massa e amassar manualmente, ou utilizar a Máquima de fazer pão para preparar e amassar, escolhendo o programa "Massas levedadas".


Fonte: Forum Bimby, receita colocada pela Carocas.

domingo, 18 de Setembro de 2011

Bolo de Maçã, Courgette e Aveia

Domingo, meio do dia, recta final do fim de semana, é preciso fazer um bolo para os filhos levarem para a merenda de mais um inicio de semana, este irá ser um dos pensamentos que me tomam de assalto com o regressso das aulas, é necessário ajustar e organizar rotinas que ficaram guardadas em silêncio à espera de um novo ano lectivo, quando eram pequenos, fui eu que os incentivei a levarem merendas feitas em casa por serem mais saudáveis, agora que cresceram, são eles que insistem nesta postura.
O bolo de hoje conjuga três ingredientes que se combinam muito bem, obtem-se um miolo macio, húmido, com um sabor delicioso emprestado pela maçã e pela canela, diria que é obrigatório experimentarem!



Ingredientes:

*Capacidade da chávena que usei 220ml

  • 2 chávenas de farinha com fermento
  • 1 chávena de flocos de aveia
  • 3 ovos
  • 1 colher de chá de canela
  • 1/2 colher de café de noz moscada
  • 1 chávena e 1/2 de açucar amarelo
  • 1 courgette descascada e ralada
  • 1 maçã descascada e ralada
  • 1 maçã cortada finamente para a decoração(opcional)
  • 1/3 de chávena de óleo de girassol
  • 1 colher de chá de fermento quimico(tipo Royal)



Preparação:

  1. Ligue o forno nos 180ºC.
  2. Numa tigela coloque os ingredientes secos ; açucar, farinhas, canela, noz moscada, fermento, misture tudo com uma vara de arames e reserve.
  3. Rale para dentro de outra tigela, a maçã e a courgette, adicione os ovos e o óleo e bata até obter uma mistura volumosa.
  4. Misture o preparado liquido para dentro da tigela dos secos batendo até ligarem bem.
  5. Unte uma forma com margarina e verta para lá o preparado, se gostar, pode decorar o bolo com uma maçã cortada finamente, coloque em cima da massa com a disposição que mais gostar, salpique uns flocos de aveia por cima e leve ao forno cerca de 35 a 40 minutos, faça o teste do palito.
Sugestões: Quando retirar o bolo do forno pode pincelar as lascas de maçã com um pouco de mel, ficará com um aspecto brilhante.



sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

Salada Fria de Massa com Atum

Olá a todos, fresca e leve, serviu esta salada para nos saciar e refrescar, ao jantar de um dos últimos dias.  A temperatura subiu aos 30ºC e de lá não quer descer...têm sido dias de imenso calor, por cá os apetites andam confusos a meio de setembro, as aulas regressam e a praia continua a convidar-nos a passeios à beira mar.
Um bom fim de semana para todos.



Ingredientes:
  • 4 latas pequenas de atum ( 1 por pessoa )
  • 1 lata de milho
  • 2 colheres de sopa de polpa de tomate ou tomate pelado esborrachado
  • 1 cenoura ralada
  • 1 cebola picada
  • 1 fio de azeite
  • coentros frescos picados
  • queijo ralado a gosto ( usei Grana Padano)
  • 400g de massa a gosto ( usei fusilli tricolor )
  • oregãos
  • sal a gosto
  • azeitonas
Preparação:
  1. Ponha a massa a cozer em água temperada com sal e um fio de azeite, siga o tempo indicado pelo fabricante.
    Depois de cozida, escorra, deite-lhe mais um fio de azeite e envolva na massa para não se colar, reserve.
  2. Num tacho faça um ligeiro refogado com o fio de azeite, o tomate e a cebola picada.
    Adicione o atum escorrido, envolva com algum cuidado para não se desfazer.
    Rale a cenoura e adicione ao tacho, deixe cozinhar cerca de 5 minutos.
  3. Num recipiente de servir coloque a massa reservada e verta o preparado do atum.
    Adicione o milho doce, os oregãos, envolva, junte as azeitonas, polvilhe os coentros picados e o queijo ralado.
    Sirva ou coloque no frigorifico até à altura de servir.

terça-feira, 13 de Setembro de 2011

Bolo de Banana, Aveia e Chocolate

Olá a todos, ando fascinada com o resultado da aveia nos bolos que tenho feito, torna-os com uma textura melhorada, semelhante aos que levam coco. Pela blogosfera existem vários bolos com este cereal, encontrei esta receita da Patricia Scarpin com estes três ingredientes, um trio de sucesso; a amiga banana (só em bolos), a simpática aveia e o amado chocolate.
Na minha opinião ( nossa cá de casa ) é extraordinário.

                                                        Receita retirada e adaptada do Technicolor Kitchen

Ingredientes:
  • 125g açúcar mascavado
  • 50ml de óleo vegetal
  • 2 ovos
  • 3 bananas maduras,  esmagadas com o garfo, para a massa do bolo
  • 30g de aveia
  • 100g de farinha de trigo
  • 50g  farinha de trigo integral
  • 1 colher de sopa de sementes de papoila
  • ½ colher (chá) de fermento em pó
  • ½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1 colher (chá) de canela
  • 50g de chocolate amargo em pedaços pequenos ( ou gotas)
Preparação:

Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato e a canela numa tigela ; reserve. Bata o açúcar, óleo e  os ovos na batedeira até obter uma mistura espessa. Acrescente as bananas esmagadas com o garfo e misture.  Depois acrescente os ingredientes secos peneirados seguidos pelo chocolate. Misture tudo delicadamente até que todos os ingredientes estejam incorporados. Unte uma forma ( usei de chaminé ) com margarina, verta para lá a mistura e leve ao forno pré aquecido nos 180ºC  por aproximadamente 35 a 40 minutos,  faça o teste do palito para ver se o bolo está cozido.



sexta-feira, 9 de Setembro de 2011

Pão Escuro Irlandês




Olá a todos, esta receita estava há muito etiquetada, na categoria dos pães a experimentar.
Vi-o no blog Bem Bons, mais tarde voltei a vê-lo no Rapa Tachos . Decidi juntar-lhe um pouco de centeio e cozi-o no forno, polvilhei-o com farinha para obter este toque rústico que tanto gosto. É um pão delicioso que nos faz perder a cabeça...então quando está quentinho torna-se perigoso, apreciei-o com queijo e goiabada, uma dupla a meu ver fantástica.

Ingredientes:
  • 300ml de cerveja preta
  • 25g de margarina
  • 1 e 1/2 de chá de sal
  • 1colher de chá de gengibre em pó
  • 2 colheres de sopa de mel
  • 300g de farinha de trigo
  • 100g de farinha de trigo integral
  • 150g de farinha de centeio
  • 1 colher de chá de fermento biológico seco

Preparação:
  1. Colocar todos os ingredientes na cuba da máquina, respeitando a ordem, primeiro os liquidos depois os sólidos, programar Massa Levedas.
  2. Findo o ciclo, retirar a massa para uma bancada polvilhada de farinha, formar uma bola, pincelar com água salgada ( só umas pedrinhas de sal diluídas ), polvilhar com um pouco de farinha se pretender este efeito, utilizei a farinha de centeio, coloquei a massa em cima de papel vegetal dentro do tabuleiro de ir ao forno e deixei-a levedar. Quando atinge o dobro do volume, dei-lhe uns golpes com uma faca e levei a forno pré aquecido nos 200ºC, cerca de 25 a 30 minutos.
  3. Deixar arrefecer em cima de uma grelha , só depois o deverá fatiar.




Agradeço às duas fontes da minha inspiração, Ritinha e São, beijocas para as duas,
votos de um excelente fim de semana para todos.

quarta-feira, 7 de Setembro de 2011

Bolo Integral com Figos, Aveia e Granola


Olá a todos, encontrei a receita que vos trago no Figos & Funghis , fiz algumas adaptações que indicarei em baixo nos ingredientes, a versão figos ficou aprovada, agora ando curiosa para testar a versão original com maçãs.

Ingredientes:
  •  5 figos frescos (o interior)
  • 2 chávenas de aveia em flocos finos
  • 1/2 chávena de granola (ou 1 chávena de aveia em flocos grandes)
  • 1 chávena de farinha de trigo integral
  • 1/2 chávena de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de fermento químico em pó
  •   1 chávena e 1/2 de açucar
  • 4 ovos
  • 1/2 chávena de chá de óleo de girassol
  • 1 colher de sobremesa de farinha de alfarroba
  • 1 pitada de cravo em pó
  • 1 colher de chá cheia de canela em pó                
Como fiz:
  1. Bati os ovos com o açucar e o óleo, até obter uma mistura homogénia, adicionei a polpa dos figos.
  2. Numa outra taça juntei todos os ingredientes secos e misturei-os bem com o auxilio de uma vara de arames.
  3. Verti a mistura liquida, para dentro dos secos lentamente, de forma a ficar tudo muito bem misturado.
  4. Untei uma forma com margarina, salpiquei um pouco de açucar e canela, verti para lá o preparado, polvilhei um pouco de aveia e levei a forno pré aquecido nos 180ºC cerca de 30 minutos, convém fazer o teste do palito.

Fonte: Receita adaptada do Figos & Funghis, um beijo Fabiana.




terça-feira, 6 de Setembro de 2011

Tofu Fumado com Penne e Legumes


Olá, com a chegada do outono e o recomeço da rotina diária do trabalho, há que rever alguns hábitos alimentares. Depois do tão merecido periodo de férias em que abusamos sempre um pouco e consumimos mais do gostariamos, está na altura de rever um pouco a nossa alimentação, só custa começar.

Ingredientes:
  • 1 embalagem de 200g de tofu fumado
  • 250g de penne (pode ser outra massa)
  • 1 courgette cortada em cubinhos
  • 1/2 couve coração cortada em tiras
  • 2 mãos cheias de folhas de espinafres
  • 1 pimento vermelho cortado em cubos
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alhos
  • gengibre fresco ralado a gosto
  • sumo de 1/2 limão
  • 1 fio de azeite
  • 1 embalagem de natas de soja
  • sal a gosto
  • 4 colheres de molho de soja
  • sementes de sésamo pretas
Como fiz:
  1. Cortei o tofu em pequenos cubos, coloquei-os a marinar no molho de soja, 4 colheres de sopa de água, sumo de limão, alhos esborrachados e um pouco de gengibre fresco ralado cerca de 1/2 colher de chá, deixei na marinada cerca de 30 minutos, pode ser mais tempo.
  2. Cozi a massa com água e sal, escorri e reservei.
  3. No wok, juntei um fio de azeite, a cebola em meias luas e os legumes, excepto as folhas de espinafres, mexi, deixei que cozinhassem um pouco e juntei as natas de soja, o tofu e o liquido da marinada. Assim que começaram a borbulhar juntei os espinafres, por esta altura convém corrigir o sal , desliguei o lume. Juntei à massa reservada e polvilhei com as sementes de sésamo .


Notas: As quantidades que indico serviram 2 pessoas.

segunda-feira, 5 de Setembro de 2011

Arroz de Pato

Olá a todos, os dias parecem começar a arrefecer, os pratos de forno regressam devagarinho.
A pedido dos filhos, fiz o amado arroz de pato que tanto gostam, servi nestes tachinhos individuais, própios para forno, são menos formais e acabam por manter a comida quente durante mais tempo. Em casa sempre ouvi dizer que os tachos ficam no fogão, não vão para a mesa, mas confesso que me acrescenta um certo prazer comer certos pratos de forno, directamente do tachinho.


 
Ingredientes:
  • 1 pato com cerca de 1,5kg
  • 2 cebolas
  • 4 dentes de alhos de alhos
  • 150g de bacon magro
  • 2 linguiças( podem substituir por chouriço)
  • cravinhos
  • azeite
  • 1 caldo de aves
  • 4 colheres de sopa de polpa de tomate
  • 250g de arroz agulha
  • sal a gosto
  • 1 folha de louro
  • pimenta moída na altura a gosto
  • noz moscada a gosto
Preparação:
  1. Coza o pato com água, sal e 1 cebola com vários cravinhos espetados.
  2. Desfie o pato depois de cozido e reserve +/- 250ml da água da cozedura.
  3. Num tacho verta um fio de azeite os alhos e a cebola picada, deixe estalar, junte o tomate, a folha de louro, 2 cabeças de cravinho, parte do bacon em cubos, adicione o arroz e deixe fritar um pouco, junte a carne desfiada envolva tudo e tempere com a pimenta e noz moscada.
  4. À água da cozedura do pato junte mais água até perfazer cerca de 500ml, aqueça e dissolva o caldo de aves, adicione ao tacho mexa e tape, deixe cozinhar por 10 a 15 minutos em lume baixo, verifique a meio da cozedura do arroz se é necessário adicionar  mais água, use a regra de 1 porção de arroz para 2 de água.
  5. Assim que estiver quase cozido, retire o tacho do lume e verta para um pirex ou outro recipiente que possa ir ao forno, coloque em cima do arroz as tiras de bacon e rodelas de linguiça ou chouriço, leve ao forno pré aquecido nos 200ºC cerca de 20 a 30 minutos.
                     Deixe arrefecer um pouco e sirva acompanhado por uma salada a gosto.


Notas: Rende 4 tachinhos + 1 Pirex para 2 pessoas.


domingo, 4 de Setembro de 2011

Sopa de Feijão Manteiga




Olá, considerando a sopa o prato mais antigo do mundo, dispensa apresentações, digo apenas, que não passo sem ela, alimenta, regula o apetite, pertence ao grupo (cada vez menor) das refeições económicas, vamos lá comer sopa!

Ingredientes :
  • água (quantidade a gosto)
  • couve coração
  • alho francês (parte branca)
  • 2 batatas doces
  • 1/2 abóbora manteiga
  • 2 chávenas de chá de feijão manteiga cozido
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola
  • massinhas a gosto
  • 1 fio de azeite
  • 1/2 colher de café de cravinho em pó ( ou 2 cabeças de cravinho)
  • sal a gosto

Como fiz a minha sopa:
  1. Lavei os legumes e descasquei-os.
  2. Coloquei uma panela ao lume com o fio de azeite, os alhos esborrachados e a cebola cortada em meia lua, deixei alourar um pouco, adicionei  parte da abóbora aos cubos, metade do feijão cozido, uma batata doce, deixei estufar um pouco, e adicionei água a tapar os legumes.Reservei o resto dos legumes para colocar depois da sopa triturada.
  3. Depois de estarem cozidos, triturei, adicionei um pouco de sal, o cravinho, a couve cortada em tiras, o resto cortado em cubinhos, o alho francês em rodelas, a 5 minutos de estar tudo cozido adicionei as massinhas, deixei mais 5 minutos e retirei do lume, nesta fase convém corrigir o sal e a quantidade de água, poderá gostar da sopa mais liquida acrescentando mais água .

Sugestão: Na altura de servir polvilhe com coentros frescos picados .

sábado, 3 de Setembro de 2011

Gelado de Limão, Mel e Coco








Olá, trouxe-vos mais um gelado, andava a pensar nesta combinação há já algum tempo, tenho sempre limões e mel em casa, já o mesmo não posso dizer em relação ao leite de coco, tem mesmo que ser adicionado à lista de compras, caso contrário nunca chega a casa, geralmente só me lembro dele quando tenho algum prato de caril.
Gostei  imenso da cremosidade e sabor oferecido pelos ingredientes, servi-o em limões ocos, cujos interiores foram removidos e aproveitados para o sumo da própia receita , ainda aproveitei algum sumo para uma limonada, uma delicia.



Ingredientes:


  • sumo de 1 limão
  • raspa da casca do limão
  • 3 ovos
  • 6 colheres de sopa de mel
  • 100ml de leite de coco
  • 1 pacote de 200ml de natas gordas (min 30%) bem frias
  • 2 iogurtes de limão
  • coco ralado (opcional)
  • raspa da casca de limão para decorar (opcional)

Preparação:
  1. Bata as gemas com o mel e o sumo do limão, até obter uma mistura homogénia, reserve.
  2. Bata as natas bem frias até ganharem corpo, reserve.
  3. Bata as claras em castelo e reserve.
  4. Misture os iogurtes com o leite de coco e envolva na mistura das gemas com o mel, adicione as natas  e por fim junte as claras aos poucos, ligue tudo delicadamente, adicione a raspa da casca do limão.
  5. Coloque na sorveteira e programe 40 minutos.
  6. Coloque numa caixa hermética e leve ao congelador cerca de 5 horas, retire minutos antes de servir.
  7. Na altura de servir polvilhe raspa da casca de limão por cima do gelado.

Notas: Pode servir dentro dos limões tendo para isso que remover o seu interior, coloque-os no frigorifico preparados até à hora de servir o gelado, acentua o sabor do gelado.
Coloquei o coco como opcional, ficará ao vosso critério, poderão gostar de encontrar os pedacinhos de coco no gelado.


 
 
 

quinta-feira, 1 de Setembro de 2011

Lombos de Salmão em Molho Teriyaki




Olá, venho partilhar convosco este salmão que nada teria de novo, não fosse o molho em que foi marinado antes de subir para a grelha, vi este molho na cozinha da Ana , um blogue que muito aprecio.
A Ana utilizou o molho já feito, de compra,  pesquisei sobre o molho, e fiz o meu teriyaki, gostei imenso com a vantagem de o colocarmos mais, ou menos doce , conforme o nosso gosto pessoal.
" Teriyaki é uma forma de cozinhar japonesa na qual a carne ou peixe  são marinados num molho de soja doce (teri em japonês) e depois grelhados. A palavra Teriyaki deriva do substantivo teri (o molho) e yaki (o método de grelhar). Tradicionalmente os alimentos são marinados no molho e depois pincelados várias vezes com o mesmo enquanto grelham. "
                                                                                                         Texto escrito pela Ana.

Ingredientes:
  • lombos de salmão
  • limão
  • molho teriyaky ( utilizei caseiro )*
molho caseiro* :
  • 4 colheres de sopa de molho shoyu
  • 2 colheres de sopa de açucar mascavado
  •  gengibre fresco ralado (quantidade a gosto)
  • 2 dentes de alho bem esmagados
Como fiz o teriyaky:

Coloquei estes ingredientes do molho dentro do copo da Bimby ( pode usar o liquidificador), e bati/ triturei  alguns segundos na vel 6/7.

Notas: Deve ajustar as quantidades dos ingredientes para o molho à quantidade de peixe que vai cozinhar.
Se pretender também aplicar o molho, depois de o peixe estar grelhado e gostar dele mais espesso, poderá aquecer o molho e adicionar uma colher de chá de amido de milho (maizena).


Cozinhar o peixe:

Colocar o salmão a marinar neste molho algumas horas.
Aquecer bem a grelha e colocar o salmão em cima , ir pincelando com o molho enquanto grelha, como o shoyu é salgado não adicionei sal ao peixe, mas ficará ao vosso critério.
Acompanhei com legumes cozidos ao vapor e reguei o salmão com sumo de limão, uma delicia, experimentem!

                            Fonte:  Anasbageri