domingo, 26 de Fevereiro de 2012

Gelatina Natural de Laranja


Em casa todos gostamos de gelatinas de frutas, e quando nos é permitido "construir de raiz ", o aroma da nossa gelatina, com sumo natural, a experiência, fica ainda mais interessante.
Depois de ter visto a sugestão do Cinco Quartos de Laranja , com tangerinas e especiarias, fiquei entusiasmada com a ideia.
Esta receita trouxe do blogue da Élia , o apelo foi quase imediato, reunia em casa todos os ingredientes.
As laranjas estão no seu melhor, doces e sumarentes, não perdi tempo.
Depois de o sumo retirado, aproveitei as cascas das laranjas, para servir a gelatina. O aroma é tão genuíno, que por instantes criamos a ideia que estamos a comer as laranjas.
Na próxima experiência, irei substituir as folhas de gelatina por Ágar ágar, se é para ser natural, então que seja o mais possivel.


                                                Gelatina Natural de Laranja

Ingredientes:

500 ml de sumo de laranja natural
200 ml de água a ferver
4 colheres bem cheias de açucar ( se as laranjas forem doces)
8 folhas de gelatina ( ou 2 colheres de sobremesa cheias de gelatina em pó neutra )

Preparação:

Se utilizar folhas de gelatina, hidrate-as em água fria durante +/- 5 minutos. Escorra a água e reserve.
Ferver a água, adicionar o açucar, e as folhas da gelatina já escorridas, mexa bem, até que estas fiquem bem diluídas, deixe arrefecer um pouco.
Lave bem as laranjas, faça o sumo sem danificar as cascas das laranjas , se as pretender reutilizar.
Misture o sumo na mistura da gelatina, mexa bem, e verta para dentro de taças ou para dentro das cascas das laranjas, que, para não tombarem, deverão ficar também estas, dentro de tacinhas. Levar ao frigorifico um par de horas e servir bem fresquinhas.



Notas: Para solidificar mais rápido, coloque as laranjas no frigorifico 1 a 2 horas antes da começar a fazer a receita, assim o sumo estará mais frio e ajuda a solidificar.
É claro que quem estiver interessado em ingerir vitamina C ( ácido ascórbico ), o melhor para tal é beber um sumo acabadinho de fazer. Esta vitamina sendo muito instável,  destroí-se com temperaturas altas, sofre também a oxidação; reage à luz, oxigénio, e até à água.

quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012

Coxas de Perú Estufadas com Cebolada de Mostarda e Laranja


Para comemorar o aniversário do  Cinco Quartos de Laranja , a Laranjinha, lançou-nos um desafio, " Seis anos e uma receita com laranja", ao qual decidi juntar-me com o maior gosto.
Reitero os votos de felicidade e continuação de muito sucesso para o " Cinco Quartos de Laranja " .

Ingredientes para 4 pessoas:

  • 2 coxas de perú com cerca de 1/2 kg cada
  • sumo de 2 laranjas + 2 laranjas em rodelas finas ( 4 laranjas no total )
  • 2 colheres de sopa de sementes de mostarda
  • 1 colher de chá de folhas de salsa ( usei tempero seco )
  • pimentas moídas na alltura
  • flor de sal a gosto
  • 1 copo ( 250ml ) de espumante meio doce ( pode ser substituido por vinho branco)
  • 1/2 copo de água para refrescar
  • 4 cebolas cortadas em rodelas finas
  • 2 colheres de sopa de massa de alho
  • 2 colheres de sopa de polpa de tomate
  • 2 colheres de sopa de margarina
  • 1 fio de azeite

Preparação:

Depois de retirar a pele, ás coxas do perú, barre-as com a massa de alho e leve-as a cozer numa panela, até ficarem macias.
Retire para um prato, rejeite a água da cozedura.
Num tacho coloque o fio de azeite, a margarina, as cebolas, a polpa do tomate, e deixe alourar um pouco até a cebola começar a ficar macia.
Tempere as coxas já escorridas, com a flor de sal e a mistura de pimentas, regue-as com o sumo das laranjas, adicione-as ao tacho da cebolada, junte as sementes de mostarda, a salsa, o espumante e a água, deixe estufar em lume lento, vigiando ocasionalmente. Assim que o molho começar a reduzir, e engrossar, verificará que a carne está com um aspecto macio e perfumado. Retire do lume para uma travessa de servir, coloque a cebolada por cima, e acompanhe com rodelas de laranja, legumes cozidos e arroz branco.

segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012

Sharlotka ( Russian Apple Cake )



A receita é Russa, e segundo sei, todas as mulheres Russas têm a sua própria receita de Sharlotka, ou bolo de maçãs. A Sharlotka está para os Russos, como a Apple Pie, para os Americanos.
A recomendação, é para que o façam preferêncialmente, com maçãs ácidas, as  Granny Smith , por exemplo.
Tão simples de fazer, delicioso, de massa muito macia e pouco doce.
Uma vez mais, para quem aprecia a dupla maçã/canela, fica a sugestão.

                                                         
                                                        Receita de Sharlotka

Ingredientes:

5 a 6 maçãs ácidas ( Granny Smith )
3 ovos grandes
raspa da casca de 1 limão
1 colher de sopa de essência de baunilha
1 colher de café de canela
180g a 200g de açucar
150g de farinha para bolos com fermento
1/2 colher de café de bicabornato de sódio
açucar em pó para polvilhar
canela em pó para polvilhar
margarina para untar a forma
papel vegetal para forrar o fundo da forma



Preparação:

  1. Untar uma forma de fundo amovivel, e de preferência com aro ( a minha 26cm ), com margarina , fazer uma rodela em papel vegetal com o diâmetro da forma e voltar a untar, não esquecendo as laterais da forma, que também deverão ser untadas.
  2. Descascar e descaroçar as maçãs, cortando-as em peças pequenas, e dispondo-as para dentro da forma, até terminar as maçãs, polvilhar com um pouco de açucar e canela e reservar por instantes.
  3. Ligar o forno nos 180ºC, para ir aquecendo.
  4. Num recipiente, bater os ovos o açucar, a raspa da casca do limão e a baunilha, até obter um creme fofo e volumoso. Peneire a farinha com o bicabornato de sódio e misture aos poucos à mistura dos ovos, de forma a incorporar e sem bater muito. A massa ficará um pouco mais grossa que o habitual, é mesmo assim.
  5. Verta a massa para cima dos pedacinhos de maçãs empilhadas, de modo a que cubra todos os espaços deixados por estas, comece pela parte de fora , e aos poucos, vá cobrindo os pedacinhos que estão ao meio. Com a ajuda de uma espátula, alise a superficie.


Leve ao forno a 170ºC, cerca de 40 minutos, faça o teste do palito no meio do bolo, está no ponto, quando o palito sair seco no meio do bolo.
Retire do forno, e espere 10 minutos para desenfomar, reparará que as paredes do bolo irão mirrar um pouco e descolar-se-ão das laterais da forma.
Desenforme, volte o bolo para baixo e polvilhe com açucar e canela.
Podem servir morno, ou frio, acompanhado por uma bola de gelado, é delicioso!

Notas: Se durante a cozedura, verificarem que a superficie está a ficar um pouco escura ( a querer queimar ), tapem-no com uma folha de aluminio, e reduzam a temperatura para os 160ºC.




quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012

Tarte de Amêndoa



É uma sobremesa que gosto muito, presença assídua em muitas festas.
Penso que já experimentei (quase) todas as massas, e recheios, sempre na expectativa de encontrar a melhor tarte de amêndoa. Há sempre uma, ou outra que nos agrada mais, e voltamos a repeti-la várias vezes, até ao dia, que em conversa com uma amiga ou colega, descobrimos que a receita dela é diferente, e que até estamos dispostas a experimentar. A receita já contempla alguns ajustes, nomeadamente gordura e açucar.
Obtem-se uma massa macia, a fazer lembrar um bolo suave e pouco doce, onde predomina o sabor da raspa da casca do limão. Para a superficie, imaginem o sabor do crocante da amêndoa torrada, envolta em caramelo,  ficarão desta forma, com uma ideia do que vos espera, caso decidam  fazê-la.
Na minha opinião, uma delicia!
.


                                                                      Tarte de Amêndoa

Ingredientes para a massa:

  • 300g de farinha fina para bolos sem fermento
  • 150g de margarina amolecida
  • 180g de açucar ( poderão aumentar mais 50g , caso gostem mais doce )
  • raspa  fina da casca de 1 limão
  • 1 ovo pequeno
  • margarina para untar a forma

Ingredientes para o recheio:

  • 200g de amêndoas peladas ( usei laminadas )
  • 120g de açucar
  • 120g de margarina
  • 6 colheres de sopa de leite

Preparação da massa:

  1. Pré-aqueça o forno nos 180ºC.
  2. Num recipiente , misture a farinha com o açucar, faça um buraco ao meio e adicione o ovo e a margarina, misture os ingredientes rápidamente, até obter uma massa maleável, a fazer lembrar a massa areada, a massa fica um pouco pegajosa, corrija com um pouco de farinha até conseguir moldá-la ( +/- 1 colher de sopa de farinha).  Forme uma bola, com a ajuda de um rolo da massa , estique-a em forma circular.
  3. Unte a tarteira, e transfira a massa para dentro desta com o auxilio do rolo, (enrolando a massa neste, depois desenrolando por cima da tarteira. Pique o fundo da massa com um garfo.
  4. Leve a forno cerca de 15 a 20 minutos. Retire.

Preparação do recheio:

  1. Leve a lume baixo, um tachinho com o açucar, a margarina, as amêndoas e o leite, vá mexendo ocasionalmente, espere que comece a ganhar o tom dourado e a engrossar, mexa bem . Desligue o lume.
  2. Verta o preparado das amêndoas para cima da tarte, alise a superficie, e volte a colocar no forno cerca de 10 minutos ( 180ºC ), só para obter um tom dourado uniforme.
  3. Deixe arrefecer e desenforme.




domingo, 12 de Fevereiro de 2012

Torta de Claras e Amêndoas


Há umas semanas atrás, uma amiga perguntou-me, como fazia a minha torta de claras, pensei um pouco e cheguei à conclusão,  que nunca tinha feito, isto se a memória não me falha .
Olhei para a torta dela, estava linda , feita apenas com claras,  com um recheio amarelo muito suave, a lembrar creme custard , tinha um ar delicioso ( com muita pena minha, não a provei ).
Procurei o meu saco de claras (congeladas) e, lia-se 10 unidades, quantidade mais que suficiente para partir em busca de uma receita, e fazer a minha torta de claras.
A inspiração veio da Cozinha sem tabús.

                                                   

                                                 Torta de Claras com Amêndoas


Ingredientes:
  • 10 claras de ovo ( as que tinha dentro do saco)
  • gotas de sumo de limão ( +/- 1 colher de chá )
  • 180g de açucar ( poderão aumentar mais 50g , caso gostem )
  • 150g de amêndoa triturada com ou sem casca
  • 50g de farinha de trigo

Notas: O recheio será a gosto de cada um, eu utilizei 100g de chocolate amargo, 2 colheres de sopa de manteiga e 2 colheres de sopa de leite.
Derrete-se em lume baixo o chocolate com a manteiga e o leite, mexe-se bem até obter um creme homogénio,  aplica-se de imediato.




Preparação da massa pelo método tradicional:

  1. Triture as amêndoas,  misture-as no açucar e na farinha, com uma vara de arames, reserve.
  2. Bata as claras em castelo bem firme, adicionando umas gotas de sumo de limão.
  3. Entretanto pré-aqueça o forno nos 180ºC.
  4. Unte um tabuleiro quadrado ou rectângular com margarina, forre com papel vegetal, e volte a untar o papel vegetal.
  5. Misture delicadamente a mistura seca ( amêndoas, farinha e açucar ) , sobre as claras, envolva com movimentos suaves, mas de forma a que fique tudo muito bem envolvido, tentando não partir as claras.
  6. Verta o preparado para o tabuleiro, deve nivelar a massa com a ajuda de uma espátula ou similar, leve ao forno cerca de 15 minutos.
  7. Retire do tabuleiro, segurando pelo papel vegetal, barre com o recheio a gosto, e enrole muito devagarinho com a ajuda do papel vegetal, exerça suaves pressões, parando por instantes quando está a enrolar, voltando depois a enrolar mais um bocadinho. Quando chegar ao final, mantenha a torta enrolada no papel vegetal, até esta arrefecer por completo.
  8. Depois de fria, retire-lhe o papel vegetal e disponha-a sobre uma torteira ou prato de servir. Decorei-a com o resto de creme de chocolate, que sobrou do recheio, e polvilhei-a com lâminas de amêndoas.

Preparação na Bimby ( Thermomix ):

  1. Coloque no copo as amêndoas e triture alguns segundos na Vel 5/6. Adicione o açucar e a farinha e programe alguns segundos na Vel.4/5. Retire e reserve.
  2. Lave e seque muito bem o copo, coloque a borboleta , verta as claras e programe 10 minutos (1 minuto por clara), na Vel. 3 /4 sem o copinho. Adicione com a bimby em movimento umas gotas de sumo de limão.
  3. Assim que as claras ficarem em castelo, retire do copo para uma taça e envolva aos poucos a mistura seca, por forma a ficar bem envolvido.
  4. Poderão fazer esta última etapa também na Bimby, com esta em movimento, e sem retirar a borboleta, deitar aos poucos a mistura seca, programando Vel 1 ou 2. Não testei, tive receio de partir as claras.
  5. Proceder da mesma forma, como indico em cima, para a preparação tradicional.

Notas: É muito importante, respeitar o tempo de cozedura da massa, se cozer demasiado, a massa ficará seca, e racha ao enrolar.




quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2012

Pão Integral com Sementes


Esta é a época do ano, que me dá mais gosto fazer pão.
Apetece-me testar novos ingredientes, ajustar quantidades, ver resultados, e por fim, orgulhosa ou não, com o resultado, provar o pãozinho.
Esta semana já amassei pão duas vezes, acreditam? Estava entusiasmada com (literálmente) as mãos na massa, fez-me bem ( muito bem ), as ideias, aquelas que eu queria pôr em ordem, arrumaram-se com o amassar do pão, que rica terapia eu arranjei.
Não foi o caso deste, este foi amassado na máquina, como o queria escuro com farinha integral, tive receio de não dar conta do recado, nada pior , que comer um pão maçudo, por muito saboroso que seja.




Ingredientes:

300ml de leite morno
2 colheres de sopa de manteiga amolecida
1 ovo batido ( tamanho médio)
220g de farinha de trigo
320g de farinha de trigo integral
1 colher de chá de fermento biologico seco ( ou +/- 15g de fermento fresco diluido no leite)
2 colheres de açucar mascavado ( ou mel)
1 colher de chá de sal
+ 1 gema de ovo diluida num pouco de leite

Notas:
Sementes a gosto- Usei sésamo, linhaça dourada ( devem ser trituradas antes de as utilizarmos ), girassol.
Coloco as semente juntas com o resto dos ingredientes.
Geralmente coloco 1 colher de sopa de cada, mais ,uma colher para a decoração do pão.

Preparação para a máquina de fazer pão:

Coloque todos os ingredientes por esta ordem dentro da cuba da máquina, programe Massas Levedadas.
Findo este tempo, retire a massa, retire as pás da máquina ( ou a pá), unte a cuba com um pouco de margarina, eu usei spray.
Faça um rolo com a massa, coloque-a dentro da cuba, picele a superficie com gema de ovo diluida em leite,  salpique a massa com as sementes da sua preferência.
Ligue a máquina no programa cozer por 2 minutos, desligue, assim o interior da máquina ficará quente e ajuda à levedação do pão.
Assim que o pão dobrar o volume programe cozer 40 minutos.

Notas: Se preferirem podem cozer o pão no forno convencional, dando-lhe a forma que desejarem,
para isso deverão pré-aquecer o forno nos 200ºC e deixar que o pão coza em cerca de 25 minutos, dependendo dos fornos.
Depois de retirar do forno convém deixar arrefecer em cima de uma grelha.



domingo, 5 de Fevereiro de 2012

Apple Pie



Uma massa diferente , uma cor diferente, e um sabor diferente.
A massa envolve de forma crocante as maçãs . Por sua vez, estas partilham entre si, o gosto da canela e da raspa da laranja. Os sabores encontram-se em perfeita harmonia, vale a pena experimentarem.
A receita ligeiramente adaptada daqui.

Ingredientes para a massa:


  • 225g de farinha de trigo com fermento
  • 40g de farinha de milho
  • 30g de farinha custard
  • 4 colheres de sopa de açucar em pó
  • 100g de manteiga fria , cortada em cubos
  • 1 gema de ovo
  • 60ml de água fria
Ingredientes para o recheio:

  • 6 maçãs (as que usei eram grandes)
  • 125ml de água
  • 60g de açucar em pó
  • raspa da casca de uma 1 laranja
  • 1 colher de café de canela
  • 1 clara de ovo
  • 2 colheres de pão ralado (para polvilhar o fundo da tarte).
 Preparação da massa:

Misture os ingredientes secos com a manteiga*, até obter uma textura de crumble (farofa, massa areada), adicione a gema e a água, misture até que fiquem ligados ao resto da massa. Enfarinhe a massa, enrole em pelicula aderente e leve ao frigorifico durante 30 minutos.

Notas importantes: * Utilizei a Bimby para misturar os ingredientes da massa, poderão usar um processador, fará o mesmo efeito.
Se acharem a massa um pouco mole, e a pegar ás mãos, adicionem farinha, pouco a pouco, até verificarem que não cola ás mãos e está maleável.


Preparação do recheio:

Descasque as maçãs, retire-lhes os caroços, e corte-as aos cubinhos pequenos.
Coloque água (125ml) num tacho, adicione as maçãs, deixe cozer cerca de 10 minutos , ou até ficarem macias. Retire do lume, escorra a água, adicione o açucar e a canela, e deixe arrefecer um pouco.
Pré-aqueça o forno nos 200ºC.

Preparação e montagem da tarte:

Unte uma tarteira com margarina, faça um fundo com papel vegetal também untado com margarina.
A tarteira deverá ser funda e ter aproximadamente 25 cm de diâmetro

Retire a massa do frio, divida em duas porções, estique a massa com a bancada e o rolo enfarinhados (facilita esta tarefa), forre a tarteira com a massa, de forma a que esta fique com um pouco de massa, acima dos bordos da tarteira. Pique o fundo da massa com um garfo, polvilhe com 2 colheres de pão ralado, ( absorve a água vertida pelas maçãs, deste modo a base não ficará encruada).

Disponha do recheio sobre a massa, tape o recheio com a outra parte da massa, feche as pontas com a ajuda da clara de ovo, apare a massa em excesso, faça pequenos furos no topo da massa com o auxilio de um palito, para que o vapor ganho na cozedura, possa libertar-se.



Pincele o topo com o resto da clara do ovo.
Leve ao forno cerca de 30 minutos, sendo que os últimos 10 minutos, deve reduzir o calor para os 160ºC.
Retire e deixe arrefecer, sirva acompanhado com bolas de gelado de baunilha, se gostar.


quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2012

Pão de Leite Enrolado com Chocolate



Sobejamente conhecido, e muito elogiado por todos quantos o experimentam, falo do pão de leite enrolado com chocolate, que podemos encontrar no No Soup For You da nossa querida Gasparzinha.
Como pretendia fazer uma boa quantidade, optei por fazer duas massas, uma com, e outra sem chocolate.
Assim obtive, dois rolos para partir à fatia, e vários pãezinhos como os que mostro na foto.
Aos pãezinhos adicionei gotas de chocolate, tive vontade de os mascarar de "manhãzitos".

Aqui na foto, podem ver como obtive a forma dos pães pequenos, no passo 1,2,3.

                                         
Ingredientes:

250 g de leite
1 colher de chá de sal
50 g de manteiga
50 g de açúcar
500 g de farinha
15 a 20 g de fermento fresco de padeiro
ou 1 colher de chá de fermento biologico seco

50 gr cacau em pó - opcional *

Notas: * Como fiz por duas vezes a massa, ou seja, 2x500g de farinha, coloquei  numa delas,  o chocolate em simultâneo com a farinha.
Se utilizarem fermento de padeiro fresco, dissolvam-no préviamente no leite morno, ficará melhor.

Preparação na Bimby (Thermomix) :

Coloque todos os ingredientes no copo, exceto a farinha e o fermento (e o chocolate)  programe 1 min, 37º, vel 2.
Junte o fermento ( caso utilize fermento biologico seco) e a farinha: 20 seg, vel 6 + 3 min, vel espiga.
Se quiser fazer o rolo com as duas cores, retire metade da massa e junte o chocolate: 1 min, vel espiga.
Formar 2 bolas e deixar levedar até dobrarem de volume.
Estique em dois rectângulos com o rolo da massa, sobreponha-os e enrole bem apertado a partir do lado mais pequeno.
Deixe levedar novamente e coza em forno pré-aquecido a 180º com uma taça de metal com água lá dentro.
Coloque a arrefecer em cima de uma grelha.

A preparação na máquina de fazer pão, e método tradicional, podem consultar aqui.