quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

Madalenas de Requeijão e Amêndoas







A ideia nada tem de original. Mas uma coisa é certa, requeijão e amêndoas combinam bem, o queijo não se percebe na massa e aligeira a textura desta, tornando-a macia e húmida. Ficam uns bolinhos deliciosos e tão simples de preparar.
Esta foi outra sugestão desenvolvida em parceria com a marca Queijo Saloio.



Madalenas de Requeijão e Amêndoas


Ingredientes:


1 requeijão Light (170 g) Saloio

5 ovos médios

100 g de açúcar

100 g de farinha de trigo

50 g de amêndoas moídas (sem pele)

1 colher de chá de fermento para bolos

Raspa da casca de 1 limão

1 pitada de sal

1 colher de café de canela

açúcar em pó para polvilhar

forminhas de papel plissado

 
Método:

Desfaça o requeijão com um garfo. Bata o açúcar com os ovos até obter um creme fofo, adicione o sal, a canela, a raspa do limão envolva bem, junte a farinha peneirada com o fermento.
Por último incorpore o requeijão e a amêndoa moída. Envolva bem e verta para dentro das forminhas de papel plissado.
Leve ao forno pré-aquecido nos 200 º C durante 20 a 25 minutos.
Deixe arrefecer e polvilhe com açúcar em pó.






Um abraço!

                                              Sigam-nos também na nossa página do Facebook



segunda-feira, 25 de Agosto de 2014

Gaspacho Porque o Tempo Pede






Partimos em direção ao sul. Revivemos esta deliciosa sopa fria, que há muito se tornou presença habitual nesta cozinha, quando o calor e as saudades apertam.
Para quem não conhece deixo aqui uma breve síntese sobre o Gaspacho. É uma sopa fria de vegetais crus, tendo por base os pimentos, os tomates, alhos, azeite e pepino.
Muito popular no sul de Portugal e Espanha, México e outros países centro-americanos, consumido essencialmente no Verão.
Em Portugal, o gaspacho é oriundo das regiões do Alentejo e do Algarve. Normalmente, não é totalmente triturado, sendo apenas efectuado o corte dos ingredientes em pedaços pequenos, aos quais se adiciona o pão (alentejano ou algarvio), em pedaços ligeiramente maiores, no final, antes do tempero com azeite, vinagre e sal a gosto. Para que fique mais refrescante, é comum serem adicionados cubos de gelo.
Recomendo, é delicioso!


Gaspacho


Ingredientes para 2 pessoas
5 tomates maduros mas firmes
1 pepino pequeno
1 pimento vermelho
1 pimento verde
6 dentes de alho
1 cebola picada(opcional)
1/2 litro de água fria
2 colheres de sopa de vinagre
1 fio de azeite de boa qualidade (+/- 4 colheres de sopa)
cubos de gelo a gosto ( 6 a 8 cubos)
1 colher de sopa de oregãos ou poejos
sal a gosto ( 1 colher de sopa costuma ser suficiente)
Aproximadamente 4 fatias de pão Alentejano ou outro similar com dois ou mais dias
     




Método:

Deitam-se os dentes de alho descascados, um fio de azeite e um pouco de sal para dentro de um almofariz, ou em substituição uma picadora, até obterem uma boa pasta.  
Colocam-se  todos os vegetais cortados em cubinhos pequenos dentro de uma terrina, de seguida verte-se para lá a pasta dos alhos, adiciona-se mais um fio de azeite, o vinagre, o sal, os oregãos, as pedras de gelo, e as fatias de pão previamente cortadas em cubos pequenos. Envolve-se bem, se necessário adicionamos mais um pouco de água fria e ajusta-se o sal, polvilha-se com os oregãos ou as folhas de poejos e serve-se de imediato.

Há quem ponha também coentros frescos picados na altura, fica muito bom.




Boa semana! O abraço do costume.
 
 
 

quinta-feira, 21 de Agosto de 2014

Bolo Delicia de Limão







Limão encantos mil. Se pudesse adicionava-o em todos os pratos. O seu gosto e essência refrescante, parece intensificar todos os outros em seu redor. Gosto mesmo muito.
Nos bolos, é quase obrigatório juntar um pouco da sua casca à massa, dá-lhes um toque especial.
Este que vos sugiro hoje, é um bolo simples onde o limão é rei, juntei à massa colheradas do delicioso Lemon Curd da Casa da Prisca. 
Fica lançado o desafio, experimentem-no também!


Bolo Delicia de Limão


Ingredientes:

3 ovos
200 g de açúcar
300 g de farinha de trigo sem fermento
1 colher de sobremesa de fermento para bolos
100 g de margarina amolecida
raspa da casca de 3 limões pequenos
1 frasco de Lemon curd Casa da Prisca
açúcar em pó para polvilhar
 
Método:

Bata os ovos inteiros com o açúcar até duplicar o volume, e obter uma mistura fofa e esbranquiçada.
Junte a raspa dos limões, a margarina amolecida e continue a bater.
Peneire a farinha com o fermento e verta aos poucos na mistura dos ovos continuando a bater até a massa fazer bolhas.
Ligue o forno nos 180º C.
Unte um tabuleiro rectangular com margarina e polvilhe com farinha. Verta a massa para dentro deste, alise com uma espátula e espalhe à superfície colheradas de Lemon Curd (creme de limão).
Leve ao forno pré-aquecido cerca de 20 minutos. Atenção ao tempo de cozedura para não deixar secar a massa. A massa deve ficar macia.
Deixe arrefecer, polvilhe com açúcar em pó e sirva cortado em pequenos quadradinhos.
É uma óptima companhia para um chá fresco ou um café.

Notas: Se gostar poderá trocar o limão por laranja, ficará muito bem.








Agora que o bolinho está servido, aceitam a minha companhia para o café?






Continuação de boa semana,
o abraço do costume!


Sigam-nos também na página do Facebook e fiquem a par de todas as novidades desta cozinha.









terça-feira, 19 de Agosto de 2014

Medalhões de Salmão em Pasta de Alhos e Coentros








Refeição prática que se prepara num abrir e fechar de olhos. A combinação dos sabores do alho e coentros fica muito interessante. Se a isto juntarmos o facto de não termos que nos preocupar com peles e espinhas, é perfeito.
Por aqui andamos numa fase mais leve, daí termos escolhido o feijão-verde como companhia, escolham a vossa de acordo com a preferência, salmão acompanha bem com quase tudo, até com massa.


Produto Pescanova utilizado nesta receita:

Medalhões de Salmão Pescanova

Elaboradas com os melhores filetes de salmão do Chile, não têm pele nem espinhas, apresentam uma textura firme e são extremamente suculentos.

Fonte natural de Ómega 3 e de proteínas, são embaladas individualmente a vácuo para garantir toda a frescura e sabor.


Medalhões de Salmão em Pasta de Alhos e Coentros


Ingredientes:

1 embalagem de Medalhões de Salmão Pescanova
4 dentes de alho
sumo 1/2 limão
folhas coentros frescos
pimenta de moinho
sal q.b.
1 colher de chá de açúcar mascavado
azeite q.b.


Método:


Descongele os medalhões de salmão. Tempere com sal, pimenta moída na altura e algumas gotas de sumo de limão.
Num almofariz ou robot de cozinha faça uma pasta com os alhos as folhas de coentros, um fio de azeite e o açúcar mascavado. De seguida barre as postas do peixe com esta pasta.
Leve uma frigideira antiaderente ao lume com um fio de azeite, assim que este estiver quente cozinhe os medalhões alguns minutos de cada lado, o lume deve estar baixo para não queimar os alhos.
Sirva com o acompanhamento da sua preferência.

Acompanhei com feijão-verde cozido e pimentos vermelhos assados.







Sigam-nos também na página do Facebook e fiquem a par de todas as novidades desta cozinha.


O abraço do costume!


quinta-feira, 14 de Agosto de 2014

Pizza de Presunto, Figos e Cebola Caramelizada







Há sabores que parece que nasceram para se encontrar.
Experimentamos o condimento de cebola caramelizada numa redução de vinagre balsamico e vinho do Porto da Casa da Prisca , escusado será dizer que este apontamento veio dar à nossa pizza um sabor e uma personalidade extra. Já o estou a imaginar a fazer companhia aos próximos hamburguers que se façam por aqui. Experimentem e surpreendam-se também!



Pizza de Presunto, Figos e Cebola Caramelizada


Ingredientes para a massa:

Ingredientes:


100ml de leite morno
1 colheres de sopa de azeite
1 ovo pequeno
1 colheres de chá de sal
1 colher de sobremesa de açúcar
1 colher de chá de alho em pó
200 g de farinha de trigo T.65
1 colheres de chá de fermento seco biológico (ou 7g de fermento fresco)

Guarnição:

Cebola caramelizada Casa da Prisca quantidade a gosto
1 embalagem de presunto Fatiado (150g) Casa da Prisca
4 figos frescos cortados em meias luas (com pele)
molho de tomate q.b.
fatias de pimentos assados (podem ser de conserva)
queijo Mozzarella  q.b.
folhas de orégãos







Métodos:

amassar à mão Coloque num recipiente a farinha, abra uma cavidade a meio e junte ovo, azeite, sal, açúcar, o alho em pó e o fermento seco , misture estes ingredientes, vá adicionando o leite morno aos poucos e amassando até a massa começar a descolar das mãos e a ficar maleável, se necessário adicione mais farinha. Forme uma bola com a massa , tape com um pano e deixe descansar em local abrigado, por 30 minutos, até a massa dobrar o volume.

Notas: Se optar por utilizar o fermento fresco de padeiro, dilua previamente no leite morno que adiciona à massa.

Amassar na máquina de fazer pão

Coloque todos os ingredientes na cuba da máquina, respeitando a ordem, primeiro os líquidos, depois os sólidos, programe massas levedas.

Montagem da pizza:

Pré-aqueça o forno nos 200ºC.

Coloque a massa em cima de uma bancada polvilhada com farinha. Com o auxilio de um rolo, comece a esticar dando-lhe a forma de um circulo, forre o tabuleiro onde vai colocar a massa com papel vegetal, pique o fundo desta com o auxilio de um garfo para que coza uniformemente.

Barre a superfície da pizza com molho de tomate próprio,  quantidade a gosto, disponha do presunto  em peças pequenas, disponha os figos por cima, os pimentos, espalhe pequenas porções da cebola caramelizada e por ultimo a mozzarella. Para finalizar polvilhe com folhas secas de orégãos.

Leve ao forno pré-aquecido cerca de 30 minutos ou até verificar que está cozida.

Coloquem na segunda calha do forno a contar de baixo, para que a massa fique bem cozida.


 Notas:

Em alternativa poderá comprar bases de pizzas refrigeradas ou congeladas, e preparar apenas o recheio. As massas feitas por nós requerem um pouco mais de trabalho e paciência, mas a meu ver compensam cada minuto do nosso esforço.



 
 
Votos de um extraordinário fim-de-semana,
aquele abraço do costume para todos!
 
 
 
 
 
 


Encontram-nos também na nossa página do Facebook, façam "like" e fiquem a par de todas as actualizações.



quarta-feira, 13 de Agosto de 2014

Caril de Lulas com Couscous







Caril para os amantes de caril!

Desta vez de lulas, e acompanhado por couscous, uma massinha delicada que recebe muito bem todos os aromas que lhe queiramos dar.

A Pescanova tem umas lulas limpas óptimas para este prato. Tenrinhas e de carne consistente, são uma fonte natural de proteínas com baixos valores de gordura. Experimentem!





 
  

Caril de lulas com Couscous

 
Ingredientes:
(serve 3/4 pessoas)
 


2 embalagens de lulas limpas Pescanova (2x 450g)
1 fio de azeite
1 cebola picada
1/2 pimento vermelho cortado em cubinhos
2 colheres de sopa de polpa de tomate
1 caldo de marisco
1 colher de sopa de caril  Madras da Margão
1 pau de canela Margão
piripiri Margão
100 ml de leite de coco
coentros frescos
 
 
Couscous
 
1 chávena de chá de couscous
1/2 caldo Knorr de legumes
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sobremesa de segredos da India Margão
250 ml de água a ferver
 
Dissolva o Knorr na água a ferver, junte o azeite, os segredos da India Margão, mexa e adicione os couscous. Tape, deixe que hidratem cerca de 3 a 4 minutos. Mexa depois com um garfo para soltar os grãos. Está pronto a servir.
 
 
 
Método:
 
Descongele as lulas dentro de um escorredor. Corte-as em rodelas.
Coloque um tacho ao lume e faça um ligeiro refogado com o azeite, o pimento e a cebola picada.
Adicione a polpa de tomate, o Knorr, o pau de canela, o piripiri e o caril, mexa para formar uma pasta. Junte as lulas bem escorridas, envolva-as no refogado e deixe que cozinhem. Adicione então o leite de coco, corrija os temperos e cozinhe mais um pouco em lume brando até que o molho fique apurado. 
Polvilhe com coentros frescos picados e sirva acompanhado pelos couscous.
 
 
 
 
 
Um abraço para todos!
 
 

segunda-feira, 11 de Agosto de 2014

Bolachinhas Decoradas com Pasta de Açúcar



É raro fazer bolachas. E sabem porquê? Porque quando as faço não consigo parar de as comer.
Oiço dizer que têm de fazer bolachas para encheram os frascos das bolachas. Pois bem, confesso que tenho dois arrumados no armário com outras coisas dentro. Bolachas nesta cozinha têm vida curta.


As que vos mostro são umas bolachinhas simples de manteiga. Pouco doces ideais para serem decoradas.
Como a decoração foi feita em pasta de açúcar e confetis, por norma gosto de utilizar a geleia de marmelo para fazer aderir (colar) a pasta às bolachas, daí ter reduzido o açúcar na massa.

Para quem não sabe a marca Vahiné tem no mercado pastas de açúcar para a decoração dos nossos bolos e bolachinhas. Lanço-vos o desafio, reúnam as crianças e divirtam-se junto delas a fazer bolachinhas.






Bolachinhas Decoradas com Pasta de Açúcar

Ingredientes:

Massa

300 g de farinha de trigo sem fermento
raspa fina da casca de um limão
2 gemas de ovo (tamanho M)
100 g de açúcar
200 g de margarina amolecida


Decoração

pasta de açúcar rosa Vahiné
pasta de açúcar brancaVahiné
Multi-Deco Fantasy para polvilhar Vahiné
Farinha maizena
Geleia de Marmelo Casa da Prisca q.b.

Cortador de bolachas em forma de coração (podem ser os da vossa preferência)


Método para a massa das bolachas

Amasse todos os ingredientes à temperatura ambiente. Se necessário junte um pouco mais de farinha para a massa soltar das mãos, faça uma bola. Envolva em pelicula aderente e leve ao frio 1 hora (é importante que esteja fria, é mais fácil de estender e cortar).
Ligue o forno nos 180 º C.
Forre 2 tabuleiros com papel vegetal.
Estenda a massa em cima de uma bancada polvilhada com farinha, aplique o cortador e disponha das bolachinhas nos tabuleiros para irem ao forno cerca de 8 a 10 minutos ( devem retirar do forno com aspecto ainda moles).

Retire, deixe que arrefeçam por completo em cima de uma grelha.

Depois de frias, prepare a decoração.

Estenda a pasta de açúcar em cima de uma mesa polvilhada com farinha maisena , estique a massa com um rolo, e corte a massa com o mesmo cortador que utilizou para a massa.
Pincele cada bolachinha com a geleia de marmelo e cole a pasta à massa. Alise suavemente com a ponta dos dedos. Volte a pincelar a pasta de açúcar com a geleia nos pontos em que quer aplicar os confetis.


Sugestão: Façam-nas com os cortadores, e cores de pasta da vossa preferência , é um trabalho delicado que exige algum tempo e paciência , mas o resultado é muito gratificante e são tão boas!








Uma excelente semana para todos!
Abraço.



Encontram-nos também na nossa página do Facebook.