Empada de Atum e Legumes





Com o Verão à porta começa a apetecer refeições mais leves e práticas. Esta empada serviu um jantar cá de casa, acompanhada por uma salada mista com tomate e pimentos grelhados. E que bem que nos soube! Fiquei a pensar que é uma óptima sugestão para incluir na cesta do próximo piquenique.
Optei por fazer uma de tamanho grande, mas podem fazer várias em formato pequeno, é como vos der mais jeito e gostarem.
A massa foi feita na Bimby, fica no ponto em 5 minutos. Em alternativa poderão usar massa quebrada de compra, neste caso vão precisar de 2 unidades de massa quebrada refrigerada.




Empada de Atum e Legumes



Ingredientes e preparação da massa:
(receita do livro da Bimby)

50 g de água
50 g de azeite
50 g de vinho branco
1 ovo
100 g de margarina à temperatura ambiente
1 pacotinho de fermento seco biológico
1 pitada de sal
450 g de farinha de trigo sem fermento
1 gema de ovo + um pouco de leite para finalizar a empada antes de ir ao forno


Preparação da massa na Bimby

Coloque os ingredientes no copo excepto o ovo, o fermento e a farinha e programe 2 minutos, Temp 37º C, Vel 2.
Adicione o ovo, a farinha e o fermento e programe 2 minutos. Vel. Espiga.
Retire do copo e coloque em cima de uma bancada enfarinha para estender com a ajuda de um rolo da massa.


Ingredientes do recheio:

300 g de legumes cortados em juliana (couve-coração, cenoura, alho-francês)
1 lata pequena de milho doce escorrido
5 latas de atum ao natural escorrido
1 cebola média picada
3 dentes de alho picados
200 ml de molho béchamel
1 fio de azeite
1 pitada de noz moscada
pimenta q.b.
sal e oregãos q.b.
sementes de sésamo dourado (opcional)


Preparação do recheio:

Leve um tacho ao lume com um pouco de azeite, junte os alhos e a cebola picada e deixe que larguem o gosto no azeite, adicione depois os legumes previamente lavados, o milho e o atum escorridos. Tempere com um pouco de sal, oregãos, pimenta e noz moscada.  Mexa e espere que percam volume e amoleçam. Por esta altura adicione o béchamel e envolva nos restantes ingredientes. Prove, ajuste os temperos, retire do lume e deixe arrefecer antes de utilizar.

Montagem da empada:

Forre uma forma (24 centímetros de diâmetro e de preferência com o fundo amovível ) com a massa preparada. Deverá dividir a massa em duas partes, uma para a base e outra para a "tampa" da empada.
Unte a forma com um pouco de margarina, forre-a com uma das partes da massa e distribua o recheio (que deve estar arrefecido). Tape a empada com a restante massa, una os bordos da massa com os dedos fazendo alguma pressão, faça uns furinhos no topo com um palito, para que liberte o calor enquanto está no forno. Pincele toda a superfície com uma gema de ovo diluída num pouco de leite, polvilhe com sementes de sésamo dourado e leve ao forno pré-aquecido nos 200º C cerca de 20 minutos ou até verificar que está douradinha.
Deixe arrefecer antes de fatiar.





Boa semana e bons cozinhados!



Pudins de Hortelã e Limão [Merengados]




Das pequenas surpresas que os aromas nos pregam, o sabor deste pudim foi sem duvida uma delas.
A inspiração veio do site da Vaqueiro, era uma sobremesa simples e pareceu-me adequada a esta altura do ano. Do meu gosto por experimentar novas combinações de sabores, preparei-a com dois aromas frescos, limão e hortelã. Correu bem, ficou muito interessante e a repetir outras vezes.
Optei por coloca-los  em ramequins, mas caso prefiram podem apresenta-los  num tabuleiro e depois servir em pequenas taças, é como mais gostarem.
Caso não tenham maçarico, não se atrapalhem, coloquem os ramekins no forno uns minutos para obter um efeito tostado.
Arrisco a dizer que vão adorar!



Pudins de Hortelã e Limão [Merengados]



Ingredientes:
(rendem aprox. 8 ramekins)

1 lata de leite condensado
2 colheres de sopa de manteiga
3 vezes o volume da lata do leite condensado, com leite meio gordo
raspa fina da casca de 1 limão
casca de 1 limão
3 a 4 pézinhos de hortelã
6 ovos
2 colheres bem cheias de Maizena
3 colheres de sopa de açúcar
açúcar mascavado (para queimar) q.b.


Método:

Misturar o leite condensado com o equivalente a 2 vezes o volume da lata em leite meio gordo, junte a casca do limão  e os pezinhos de hortelã. Leve ao lume e deixe ferver mexendo de vez em quando.

Entretanto parta os ovos e separe as gemas das claras. Misture as gemas com a Maizena e o restante leite. Junte ao preparado do leite condensado. Espere que ferva e engrosse mexendo sempre para não se pegar, junte a manteiga, mexa e espere que derreta. Retire as casca do limão e a hortelã.
Verta a mistura para dentro dos ramequins. Deixe que arrefeça.
Por fim bata as claras e assim que estas começarem a ficar firmes, junte o açúcar. Continue a bater até ficarem bem firmes. Deite colheradas sobre o creme, finalize com a raspa fina da casca do limão, polvilhe com um pouco de açúcar mascavado e queime a gosto com um maçarico.
Coloque no frio até à hora de servir.


Mimos de Pescada do Cabo com Laranja e Mostarda




Hoje falo-vos de uns mimos que ficaram um "mimo" de sabor! A preparação é do mais simples e em pouco tempo conseguimos uma refeição leve, nutritiva e muito saborosa. Para acompanhamento fiz legumes ao vapor, temperados com flor de sal , pimenta e azeite, ficaram uma delicia.
Andamos a evitar o consumo de hidratos de carbono nas refeições da noite, o Verão está à porta e a #operaçãobiquini2016  exige moderação neste grupo de alimentos, sendo que os legumes são uma boa escolha por apresentarem baixa percentagem de hidratos.


Mimos de Pescada do Cabo com Laranja e Mostarda


Ingredientes:
(4 pessoas)

2 laranjas (sumo e raspa da casca)
1 colher de sopa mostarda em grão (Margão)
alho em pó (Margão)
moinho de pimentas (Margão)
azeite de boa qualidade q.b.
sal q.b.
Mimos de Pescada do Cabo Pescanova
Método: 

Deixe descongelar o peixe e escorra. Tempere de sal, sumo de laranja, pimenta, alho em pó e finalize com a raspa da casca de laranja. Tape e deixe a tomar gosto cerca de 30 minutos.
Entretanto leve uma frigideira antiaderente ao lume e torre ligeiramente os grãos de mostarda, verta depois um fio de azeite e assim que aquecer coloque os mimos de pescada, deixe cozinhar de um lado e de outro.
Sirva de imediato. Acompanha bem com legumes estufados, arroz branco, salada ou batata, é como mais gostarem.







Bolo Podre [azeite, canela e mel]



Este bolinho já se tornou um clássico entre nós. Quem nunca provou numa determinada ocasião o tão conhecido bolo podre? Os aromas e a maciez que o caracterizam são inconfundíveis, a meu ver torna-se ainda melhor no dia seguinte quando os aromas se intensificam. De vez em quando sou levada pela vontade de repetir certos sabores e repetem-se os bolos que mais gostamos. Este não foi excepção, embora nunca o tivesse aqui partilhado. É uma óptima companhia para uma chávena de café e dois dedos de conversa.


Bolo Podre [azeite, Canela e Mel]


Ingredientes:

270 g de farinha
150g de açúcar amarelo
150 ml de mel
150 ml de azeite suave de boa qualidade (usei Oliveira da Serra)
5 ovos
1 colher de café de canela em pó (Margão)
1 colher de sobremesa de fermento Royal
raspa da casca de 1 limão
margarina para untar q.b.

Método:

Ligue o forno nos 180º C.
Numa tigela bata o açúcar com as gemas até obter uma mistura esbranquiçada e fofa, junte o azeite, o mel, a raspa do limão e a canela. Volte a bater.
Noutro recipiente à parte, junte a farinha peneirada com o fermento, vá adicionando ao preparado anterior batendo sempre.
Bata as claras em castelo bem firme e envolva-as no preparado anterior.
Verta para uma forma de chaminé previamente untada e polvilhada com farinha, leve ao forno aproximadamente 40  minutos. Convém fazer o teste do palito para verificar se o bolo está cozido.
retire-o do forno, desenforme e deixe arrefecer.



Simples e delicioso, vão experimentar?
Votos de uma excelente semana a todos!



Camarão com Legumes e Linguine de Pesto



Sem grandes planos e ao sabor do momento, saiu uma refeição que agradou aos comensais desta cozinha. Os legumes ganharam vida, desta vez não numa sopa, mas na companhia do gosto "largado" pelos camarões. Troca de sabores em perfeita sintonia, ficou a vontade de repetir outras vezes.
Vão experimentar?


Camarão com Legumes e Linguine de Pesto


Ingredientes:

2 embalagens de Miolo de Camarão grande (40/60) Pescanova
sumo e raspa de 1 limão
gengibre fresco ralado (quantidade a gosto)
alho em pó q.b. (Margão)
pimenta de moinho q.b.(Margão)
4 colheres de sopa de molho de soja
1 fio de azeite
1 embalagem de 350g  de legumes para sopa embalados lavados ( alho-francês, cenoura, couve coração)
cogumelos frescos fatiados q.b.
uma pitada de sal
coentros frescos q.b.

Para acompanhamento cozi linguine de pesto


Método:

Passe as embalagens de camarão por água para descongelarem, retire os camarões de dentro destas e coloque-os a escorrer. Faça uma marinada dentro de um recipiente, colocando o sumo de limão e a raspa do mesmo, a soja e o gengibre. Junte os camarões previamente escorridos, envolva-os no liquido da marinada, adicione a pimenta, tape e deixe repousar a tomar gosto por 20 minutos.

Numa frigideira larga e funda (wok)  com um fio de azeite,  leve  a saltear os camarões de um lado e de outro, cerca de 5 minutos. Retire-os e reserve.
No líquido restante da frigideira coloque os legumes, adicione um pouco de sal e pimenta, tape e deixe que percam volume, junte os camarões, envolva, corrija os temperos e deixe ao lume mais alguns minutos.
Entretanto coza o linguine de acordo com as instruções do fabricante.
Sirva os camarões envolvidos na massa, finalize com folhas de coentros frescos.

Uma excelente semana a todos!



Perna de Peru no Forno com Batata-Doce




Enquanto a Primavera não se define, aproveitamos a degustar mais uns quantos pratos de forno. Não fossem os dias estarem mais longos e tudo me levaria a pensar que ainda não saímos do Inverno. Mas, indiferente aos caprichos desta estação do ano, ficou este prato que nos soube tão bem! Resta-nos continuar a acreditar que vêm por ai dias bonitos e solarengos desta Primavera tão desejada.

Aproveito para vos dar a conhecer um tempero muito recente da Margão e que já ganhou protagonismo nos meus cozinhados, o Pimentão de La Vera. Este pimentão tem uma cor mais intensa  e um aroma fumado que torna os pratos uma verdadeira delicia. Tenho utilizado em carnes, peixes, já o utilizei em sopas e não resisto a salpicar este pozinho mágico, nas batatas quando as levo ao forno.
Este peru ficou numa das suas melhores versões em termos de sabor, experimentem e vejam do que falo.


Perna de Peru no Forno com Batata-Doce


Ingredientes:

1 perna+coxa de peru com cerca de 1,500kg
sumo de uma laranja
1 colher de chá de mel
5 a 6 dentes de alho
4 colheres de sopa de azeite
1/2 copo de vinho branco
água q.b. para refrescar
1 colher de sopa Pimentão de La Vera Margão
pimenta moída na altura q.b. Margão
cravinho em pó q.b. Margão
sal q.b.

1 kg de batata-doce descascada e cortada em cubos



Método:

No talho costumo pedir para retirar a pele e através de um golpe separar perna e coxa, assim facilita-nos a vida quando em casa a vamos confeccionar.
Comece por fazer uma marinada. Para isso, coloque num almofariz os dentes de alho, o sal, o azeite, o sumo da laranja, mel, pimentão, pimenta e cravinho, e pise tudo até obter uma pasta.  Unte toda a peça de carne com este preparado, tape com película aderente e deixe a marinar dentro do frigorífico, de preferência de um dia para o outro.

Cumprido o tempo da  marinada, ligue o forno nos 200º C  e quando este estiver bem quente, leve a peça a assar com um fio de azeite no fundo do recipiente, regue com o vinho branco e mais um pouco de azeite.
A meio da cozedura, volte a carne e junte as batatas previamente temperadas com um pouco de sal e pimentão. Refresque com um pouco de água e leve de novo ao forno.
Passados 15 minutos convém mexer as batatas para que assem uniformemente, se necessário vire a carne também.  Retire do forno assim que estiver tudo cozinhado. No meu forno é cerca de 1 hora.

 Deixe arrefecer 10 minutos antes de fatiar e sirva acompanhado com salada ou legumes a gosto.






Trufas de Chocolate com Licor de Avelãs




A receita de hoje foi desenvolvida para a revista Segredos de Cozinha para comemorar o primeiro aniversário da edição mensal. Um convite que aceitei com todo o gosto e que me deixou muito feliz pela oportunidade de me juntar à festa na companhia de outros bloggers conhecidos de todos nós. Assim, preparei estas trufas de chocolate bastante fáceis de confecionar e que me parecem ser bem recebidas à mesa de qualquer festa.
A revista já está nas bancas, edição de Maio, repleta de óptimas sugestões.







Trufas de Chocolate com Licor de Avelãs


Ingredientes:


250 g de chocolate negro (70% de cacau)

70 g de açúcar em pó

200 g de natas

50 g de manteiga à temperatura ambiente

2 colheres  de sopa de licor de avelãs (Frangelico)

1 pitada de sal fino

1 mão-cheia de avelãs ligeiramente torradas

Cacau em pó q.b.

Preparação:
Levamos um tacho ao lume com as natas e um pouco de sal, assim que aqueceram o suficiente sem deixar ferver, retiramos do lume . Juntamos o chocolate partido em pedacinhos, o açúcar em pó, a manteiga que deve estar à temperatura ambiente e o licor de avelãs. Mexemos até que o chocolate derreta por completo e consigamos uma mistura homogénea . 

Deixamos que arrefeça, tampamos com filme aderente e só depois de arrefecido, levamos ao frigorífico cerca de 5 horas para que ganhe consistência e o possamos moldar com as mãos. O ideal será deixar no frio de véspera.

Antes de começarmos a moldar as nossas trufas, levamos uma frigideira ao lume e torramos ligeiramente as avelãs em lume brando para não queimaram. Reservamos.

Quando a mistura do chocolate atingir a consistência pretendida,  retiramos  com uma colher de sobremesa pequenas porções e com as mãos polvilhadas de cacau moldamos pequenas bolas, colocando no meio de cada uma, uma avelã, de seguida fechamos e voltamos a dar a forma de bola. Passamos por cacau e dispomos no recipiente de servir. Repetir esta operação até terminar a massa das trufas.

Levar ao frio até à altura de servir.