quarta-feira, 4 de março de 2015

Iscas à Portuguesa







Um clássico das cozinhas Portuguesas! Um prato simples,  mas que exige algum cuidado no tempo da marinada, esta se possível deverá ser preparada de véspera. A redução dos vinhos e do vinagre dão-lhes um sabor delicioso, capaz de cativar o mais reticente dos comensais!



Iscas à Portuguesa


Ingredientes:

Fígado de porco ( 1 a 2 iscas por pessoa)
1 a 2 fatias de presunto
dentes de alhos q.b.
louro 4 a 5 folhas
vinagre q.b.
100 ml de vinho branco
4 colheres de sopa de vinho do Porto
1 fio azeite
2 colheres de sopa de banha
pimenta branca q.b.
sal q.b.


Método:


Tempere o fígado com sal, alhos cortados finamente, pimenta branca moída na altura, as folhas de louro partidas ao meio, um pouco de vinagre e os vinhos, envolva tudo tape com pelicula aderente e deixe a marinar no frigorifico de preferência de um dia para a outro.

Prepare uma frigideira com um fio de azeite e a banha, esborrache dois dentes de alho com pele e coloque-os dentro da frigideira, junte também a fatia de presunto e deixe fritar um pouco, retire os alhos e a fatia de presunto, reserve num prato.
Coloque as iscas escorridas (sem a marinada) a fritar, assim que estiverem cozinhadas adicione então a marinada, reduza o lume, deixe que apurem por uns minutos. Retire a carne e reserve-a debaixo da fatia de presunto.
Junte duas colheres de vinagre ao molho que ficou na frigideira, agite e deixe que reduza um pouco.
Verta por cima das iscas e sirva acompanhadas por batata cozida ou puré de batata.






Aquele abraço!



sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Madalenas de Laranja







Hoje as atenções viram-se para as madalenas! Bolinhos que todos já ouviram falar e que muito provavelmente os acompanharam na infância.
Macias, de sabor cítrico abaunilhado, assim são estas madalenas, feitas com o coração para pessoas especiais e que tantos anos depois, ainda sabem ao que a memória lembrava.


Madalenas de Laranja

Ingredientes:

Capacidade da chávena de chá que utilizei na receita = 220ml

2 chávenas de chá de farinha de trigo 
1 colher de chá de fermento Royal
1 chávena de chá de açúcar amarelo
1 colher de sopa de açúcar baunilhado
1 pitada de sal fino
raspa e sumo de 1 laranja
100 ml de creme fraiche (ou natas, ou iogurte)
3 ovos médios
margarina q.b. para untar as formas


Método:

Pré-aqueça o forno nos 180º C.

Peneire a farinha com o fermento, junte o sal e o açúcar baunilhado.
Bata os ovos com o açúcar, o creme fraiche , sumo da laranja e raspa desta. Adicione aos poucos e sempre a bater a farinha até que obtenha uma massa homogénea.

Unte forminhas de madalenas ou outras similares com um pouco de margarina. Quaisquer formas que utilizem encham só até 3/4 da sua capacidade.

Em tabuleiro de madalenas o tempo de forno é aproximadamente 12 a 15 minutos, se fizerem em forminhas mais fundas e maiores contem com uns 20 minutos dependendo dos fornos, fiquem atentos para não as deixarem secar.







Notas:

Utilizei um tabuleiro especifico para madalenas da  A Metalurgica  Bakeware Production com capacidade para 12 unidades. Esta massa rende 24 bolinhos iguais aos que mostro nas imagens. Caso não tenham este tipo de molde, poderão optar por outros, por exemplo os de muffins também servem perfeitamente.


Loja online da A Metalurgica


  
 
  
 
 

Bom fim-de-semana!

Abraço.


terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Polvo de Caldeirada









Esta receita é muito simples e é perfeita para fazer nos dias com menos tempo. Enquanto o polvo coze preparamos o resto dos ingredientes fazendo o tipo de uma "caminha" colorida e saborosa para receber o nosso polvo depois de cozido. Depois é só juntá-lo ao tacho e deixar que tome gosto neste género de estufado. Tão bom que fica, experimentem!



Polvo de Caldeirada


Ingredientes:
(servem 3 pessoas)

1 embalagem de Polvo Limpo Pescanova (800g)
4 tomates maduros
2 cebolas grandes cortadas em rodelas
1 pimento vermelho cortado em tiras finas
1 folha de louro
1 ramo de salsa
1/2 copo de vinho branco
sal q.b.
pimenta moída na altura q.b.



Produto Pescanova utilizado nesta receita:

Polvo Limpo

De excelente linhagem, o Polvo Limpo Pescanova, é capturado nos melhores bancos de pesca do Oceano Pacifico e após uma rigorosa selecção, é eviscerado, limpo e ultracongelado, sem qualquer aditivo, de forma a manter todo o seu sabor e qualidades nutritivas.
Além de ser uma Fonte Natural de proteínas este molusco apresenta baixo teor de gordura o que o torna uma opção muito interessante para uma dieta equilibrada.









Método:

Deixe o polvo descongelar dentro do frigorifico. Coza-o na panela de pressão com dois dedos de água. Conte 20 minutos depois da válvula de segurança começar a apitar. Desligue, retire o polvo da panela e deixe que arrefeça. Corte-o em pedacinhos e reserve.

Entretanto prepare o pimento, os alhos, as cebolas e o tomate . Esborrache os alhos e corte as cebolas e o pimento em rodelas finas. Pele os tomates, corte-os em pedaços e faça um ligeiro refogado com todos estes ingredientes e um fio de azeite. Adicione um pouco de sal , os pés de salsa atados e o vinho branco. Assim que reduzir um pouco adicione a folha de louro e o polvo reservado. Tempere de sal e pimenta e deixe apurar por 20 minutos em lume brando.

Sugestão de acompanhamento:

Polvilhe com salsa fresca e sirva acompanhado com batata cozida ou legumes cozidos.






Um abraço!



sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Pão de Mistura com Nozes










Em torno de um simples pão encontram-se algumas farinhas que gosto muito de usar. Ultimamente não tenho publicado receitas de pão, mas a satisfação de colocarmos um pão feito pelas nossas mãos na mesa é enorme. Alimento ou terapia, o pão entre nós continua a ser um espelho dos nossos hábitos alimentares, da nossa cultura. As possibilidades de o enriquecermos cruzam-se com a nossa vontade e imaginação.
Este é um dos que gosto bastante, fica muito saboroso, e adoro nozes já devem ter percebido.
Estava ansiosa  por estrear a minha nova forma plum cake Le Creuset e avaliar os resultados. Sendo esta anti-aderente só por precaução a untei um pouco, relativamente ao tempo de cozedura e à forma uniforme e cuidada como a massa cozeu fiquei muito satisfeita, recomendo!



Pão de Mistura com Nozes


350 g de farinha de trigo
100 g de farinha de trigo integral
50g de farinha de centeio
2 colheres de sopa de farelo de aveia
1 colher de sopa de mel
1 colher de sobremesa de fermento biológico seco
1 pitada de sal
350 ml de água morna
100 g de miolo de noz picado + umas quantas para a superfície do pão
margarina q.b. para untar a forma


Método:

Dentro de um recipiente misture as farinhas, a aveia e o fermento.
Amorne a água com a colher de mel (40º C).
Faça uma cavidade a meio das farinhas, polvilhe com a pitada de sal e verta ao poucos a água com o mel, misture com o auxilio de uma batedeira com ganchos dois a três minutos até que fique todos os ingredientes incorporados. Misture por ultimo as nozes picadas à massa.
Unte uma forma rectângular (as medidas da que usei 30cm x11,5 cm)  para bolos e verta para lá a massa, alise e disponha das nozes à superfície fazendo uma ligeira pressão em cada uma. Pincele a superfície da massa com um pouco de água e sal (sem encharcar a superfície).

Tape com um pano e deixe levedar cerca de 1 hora, ou até verificar que a massa aumentou de volume.

Pré-aqueça o forno nos 200ºC leve a cozer cerca de 35 minutos dependendo dos fornos.

Retire depois de cozido, desenforme para cima de uma grelha e deixe arrefecer por completo antes de o fatiar.



 
 
 
 
 
Bom fim-de-semana.
Um abraço! 
 
 

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Arroz de Bacalhau com Pimentos







Uma combinação bastante esperada, já que o arroz presta-se a tanto. Os pimentos juntaram-se à festa como forma de serem aproveitados, andavam meio perdidos pelo frigorifico há algum tempo. A versão ficou um pouco diferente da habitual mas muito saborosa, para repetir sempre que apeteça um arroz de bacalhau.
Comida simples porque temos de descomplicar e de conforto porque geralmente reconcilia-nos com o stress causado pela nossa falta de tempo!


Arroz de Bacalhau com Pimentos


Ingredientes:

1 embalagem de Bacalhau Postas Finas Pescanova (700g)
1 fio de azeite
1 cebola picada
alhos picados q.b.
1/2 pimento vermelho e 1/2 pimento verde cortados em tiras finas
4 colheres de sopa de polpa de tomate
1 chávena de chá de arroz
2 chávenas de chá de água fervente
tempero seco Segredos Alho e Salsa Margão
sal q.b
pimenta preta  q.b. Margão

Método:

Deixe descongelar o bacalhau. Escorra bem as postas. Reserve.
Lave o arroz e reserve.
Leve um tacho ao lume com o fio de azeite, a cebola , os pimentos e os alhos, deixe que amoleçam. Junte o arroz escorrido, envolva e deixe fritar uns minutos envolvendo bem.
Verta a água fervente para o arroz, tempere de sal e pimenta, adicione as postas de bacalhau, envolva e deixe cozinhar com o tacho tapado em lume brando cerca de 12 minutos ou até verificar que o arroz ficou cozido. Se necessário adicione mais água a meio da cozedura para que o arroz fique caldoso.
Sirva de imediato polvilhado com o tempero seco de alho e salsa, ou se preferir salsa fresca picada na altura.


Produto Pescanova utilizado nesta receita:




O bacalhau da Pescanova é salgado durante mais de 60 dias e, posteriormente, cortado e demolhado pelo processo tradicional para adquirir a textura e o sabor ideais. As Postas Finas de Bacalhau são baixas em gordura e fonte natural de Ómega 3.


 
 
 
Boa semana, um abraço!
 
 
 

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Um Bolo para Celebrar o Dia de São Valentim









O amor não tem calendário, cor ou formas. O amor é simplesmente o amor.  Ainda assim para aqueles que gostam de celebrar o dia 14 de Fevereiro de uma forma romântica fica a sugestão.
A Vahiné convidou-me a preparar algo especial para este dia, enviando-me alguns dos seus produtos. Utilizei o Topping de morango para rechear o interior do bolo que se  mostrou perfeito dando-lhe aroma e humidade e  para a cobertura usei as pastas de açúcar muito fáceis de moldar e trabalhar.
Inspirem-se e amem-se muito, feliz dia de São Valentim!





 

Um Bolo para Celebrar o Dia de São Valentim

 
 
[Massa de bolo de Iogurte]
 
Ingredientes para a massa:
 
5 ovos
1 iogurte de pedaços de morango
3 medidas do copo de iogurte de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento Royal
2 medidas do copo de iogurte de açúcar
1 colher de café de corante alimentar vermelho (usei gel)
1 medida do copo de iogurte de óleo vegetal
margarina q.b. para untar a forma
 
 
Método:
 
Pré-aqueça o forno nos 180ºC.
Bata os ovos com o açúcar, o iogurte, o corante e o óleo.
Peneire a farinha com o fermento e vá adicionando aos poucos sempre a bater atá a massa fazer bolhas.
Unte uma forma redonda (22 cm de diâmetro) com margarina . Verta para lá o preparado da massa e leve ao forno cerca de 40 minutos ou até verificar que está cozido. Faça o teste do palito.
Desenforme e deixe arrefecer algumas horas, é particularmente importante o bolo estar completamente arrefecido por dentro e por fora para ser trabalhado.


Ingredientes para a decoração do bolo:

Pasta de açúcar vermelha da Vahiné (250g)
Pasta de açúcar preta da Vahiné (100 g)
Topping de morango da Vahiné (recheio do bolo)
Geleia de fruta usei de marmelo (para a colagem da pasta de açúcar à massa)
Farinha Maizena q.b. para trabalhar a pasta de açúcar
Purpurinas alimentares (opcional)
CMC- expessante alimentar que serve também para colar as aplicações em pasta de açúcar


Montagem e decoração do bolo:

Depois de o bolo estar completamente arrefecido, é necessário nivelar a parte superior do bolo com uma faca bem afiada. Coloque o bolo em cima de uma base para bolos com a superfície voltada para baixo.
Abra o bolo na longitudinal, certifique-se que fica direito. Separe o bolo e recheie o interior dos dois lados. Junte as duas partes, faça uma ligeira pressão de cima para baixo para que fiquem bem juntas.

Polvilhe a mesa de trabalho com a farinha Maizena, trabalhe a pasta de açúcar finamente com a ajuda de um rolo e transfira para cima do bolo até que o cubra na totalidade. Asserte os lados. Corte o excesso com uma faca.
Alise com o acessório próprio ou com as mãos enfarinhadas de Maizena,  em movimentos suaves e circulares.

No resto da decoração usei pasta de açúcar preta, depois de trabalhada cortei os corações com a ajuda de cortadores para bolachas, perfurei-os e colei-os à superfície com o CMC. Finalizei com purpurinas alimentares.

Os bolos decorados com pasta de açúcar não precisam de frigorifico para os conservar, o açúcar encarrega-se dessa parte. Nunca os coloquem no frio, nada de humidades! Mantêm-se por mais de uma semana nas melhores condições. Este ficou tão bom que duvido que chegue até dia 14 de Fevereiro, vamos ver! ;)





 
 
 
 
 Um abraço cheio de estima!
 
 
 



quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Almôndegas com Tâmaras e Bacon em [Molho de Tomate]







Aparentemente estas almôndegas são iguais a tantas outras, não fosse encerrarem dentro delas a surpresa de um jogo com alguns contrastes de sabor. Gosto de unir os pontos doce e salgado na medida certa, sem muitas regras e exigências podemos sempre moldar o que cozinhamos ao nosso paladar.
Experimentei o tomate em pedaços manjericão e orégãos da conhecida marca Guloso que serviu de base ao nosso molho, gostei muito. É bom saber que a vida terá sempre surpresas boas!


Almôndegas com Tâmaras e Bacon em [Molho de Tomate]


Ingredientes:

500 g de carne de vaca picada
1 mão cheia de tâmaras descaroçadas picadas grosseiramente
6 colheres de sopa de Tomate em Pedaços Manjericão e Orégãos Guloso
1/2 copo de vinho branco
50 g de bacon picado
1 ovo grande batido
1 cebola picada
2 alhos picados
pão ralado q.b.
pimenta q.b. Margão
noz moscada q.b. Margão
cominhos q.b. Margão
sal q.b.






Método:

Pique as tâmaras e o bacon num robot de cozinha, misture à carne picada, tempere de sal, cominhos, pimenta, noz moscada. Junte o ovo batido e o pão ralado misture muito bem, forme bolinhas. Reserve.

Faça um  ligeiro refogado com o azeite, cebola e alhos. Adicione o tomate em pedaços, o vinho branco e deixe que levante fervura. Junte as almôndegas ao tacho tape e deixe que cozinhem em lume brando. Agite o tacho de vez em quando, se necessário refresque com um pouco de água.
Se gostar quando empratar polvilhe com folhas de orégãos.
Sirva com legumes cozidos, esparguete ou puré de batata.




 
  

Aquele abraço! ;)