quinta-feira, 31 de maio de 2012

Creme de Maçãs com Canela e Aveia



Faço este creme há já alguns anos, preparo-o na véspera, para o pequeno-almoço do dia seguinte. Por vezes, troco as maçãs por peras, depende da época e das frutas disponiveis em casa.
Nas manhãs mais quentes e preguiçosas, em que não apetece preparar o pãozinho, misturo um iogurte natural com 3 a 4 colheres de sopa  deste creme, e acreditem que se fica muito bem. Nutritivo, pouco calórico e deliciosamente simples. 
Num destes dias, cuidei melhor da sua aparência, servi em tacinhas, decorados com paus de canela e crocantes de avelãs, pediram-me para voltar a fazer....é bom sinal, afinal este creme de maçãs, revelou-se também, uma sobremesa muito simpática.

Ingredientes para 4 tacinhas:

6 maçãs rijas, descascadas e cortadas em gomos finos
1 colher de sobremesa de manteiga sem sal
3 colheres de sopa rasas de acuçar amarelo
4 colheres de sopa cheias de flocos de aveia
1 pau de canela
1 colher de sopa rasa de canela
1 colher de chá de essência de baunilha




Como se prepara:


Levar ao lume, um tachinho com a manteiga, o açucar, a essência de baunilha, os pedaços das maçãs, a aveia, e a canela , envolver tudo com a colher de pau, e deixar cozinhar cerca de 7 minutos, até que as maçãs fiquem macias, mexendo algumas vezes.
Retire do lume, reserve o pau de canela e triture tudo, até obter uma polpa.
Verta para as tacinhas, e coloque-as no frigorifico cerca de 30 minutos antes de servir.

Notas: Decorei com crocantes de avelãs, também ficam bem com amêndoas torradas, nozes, ou mesmo simples.
Deverão ajustar a quantidade de açucar, ao vosso gosto, e ao tipo de maçãs/frutas que utilizarem, as que usei eram um pouco ácidas.



domingo, 27 de maio de 2012

Tarte de Requeijão com Amêndoas e Avelãs




Uma tarte de requeijão, diferente das que fiz até agora, e por ter ficado deliciosa, merece ser aqui partilhada.
Estive a ver, as receitas de tartes que tenho publicadas, e cheguei à conclusão que, na grande maioria delas, adiciono amêndoas, o que torna incontestável,  a minha grande paixão pelos frutos secos . Os bolos, esses, ficam geralmente entregues ás nozes e avelãs, apesar de haver para todos os gostos, numa visita rápida pelos posts, encontrei de ; maçã, banana, morango, laranja, limão, cenoura, courgette, beterraba, aveia, alfarroba, chocolate e muito, muito iogurte..., a melhor forma que encontrei, para "fugir" ás natas, manteigas, margarinas e óleos.
A esta tarte, decidi misturar pão ralado ao preparado do recheio, formou um interior diferente e muito interessante.



                                                Tarte de Requeijão com Amêndoas e Avelãs

Ingredientes:

1 rolo de massa quebrada
1 requeijão ( 170g )
4 ovos
raspa fina de 1 limão
1 pitada de sal
150 g de açucar amarelo
4 colheres de sopa de pão ralado
4 colheres de sopa de amêndoas e avelãs picadas grosseiramente (e com casca )



Preparação:

 
Desenrole a massa quebrada, aproveitando o papel vegetal que vem com ela, forre uma tarteira com aproximadamente 26cm de diâmetro, pique o fundo desta com um garfo, e reserve.
Ligue o forno nos 200ºC, na altura de colocar a tarte no forno, baixe para os 180ºC.
Esmague o requeijão com um garfo, adicione a raspa da casca do limão.
Pique num robot, as amêndoas e as avelãs, com casca e grosseiramente.
Bata os ovos com açucar, até que estes fiquem volumosos, adicione a esta mistura,
o requeijão, o pão ralado, o sal, as amêndoas e avelãs, envolva tudo muito bem, e verta para a tarteira .
Leve ao forno cerca de 30 minutos, ou até a tarte ficar com um tom dourado.

Notas: É importante colocar a tarteira na segunda posição ( grelha ) do forno, a contar de baixo, deste modo asseguramos, que o fundo da tarte fique bem cozida.











terça-feira, 22 de maio de 2012

Iogurtes de Baunilha para Reutilizar uma Vagem


O aroma da baunilha, sempre foi uma paixão desde o tempo de criança, a este, juntavam-se o morango e o chocolate, juntos, ou em separado, todos eles com o seu encanto e perfeitos.

Reutilizo a vagem duas a trés vezes, e quase sempre, terminam a aromatizar os iogurtes. O sabor desta  é intenso e genuíno, para mim, uma delicia.


                                                                Iogurtes de Baunilha




Notas: Quando distribuimos o preparado pelos copos, as particulas da vagem tendem a ficar no fundo do copo, há quem goste de as ver pelos iogurtes ( pessoalmente não ligo, são muito irregulares e tendem a ficar todas juntas), nesse caso convém voltar a agitar a mistura, para que sigam um pouco por todos os copinhos.
Se utililizarem leite gordo ou meio gordo, necessitam apenas, de 8 a 10 horas de iogurteira.
As mesmas horas de frio.
Para a reutilização das vagens, lavá-las depois de utilizadas, limpar o excesso de água com papel absorvente, deixar secar ao ar, e embrulhá-las em pelicula ou papel de aluminio.
A quantidade de leite que indico, serve para uma iogurteira com 6 copinhos, cuja capacidade aproximada é de 150ml por copo.

Gosto dos iogurtes pouco doces ( ou quase sem açucar ), deverão ajustar o açucar ao vosso gosto,
com 4 a 5 colheres de sopa de açucar, já satisfazem os mais gulosos.




Preparar na Bimby:

Abra a vagem na longitudinal, com uma faca bem afiada, e com o bico desta, raspe o interior da vagem, para dentro do leite.
Colocar o leite no copo, e programar 6 Minutos, Temp. 90ºC / Vel. 1.
Retirar o copo da base, para que arrefeça mais rápido , assim que atingir os 50ºC, juntar o resto dos ingredientes e programar 4 minutos/ Vel .3 / Temp. 50ºC.
Distribuir o preparado pelos copinhos da iogurteira, e proceder como indico em cima, para o método tradicional.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Gelado de Pêssego


Esta semana "choveram" pedidos de gelados e sobremesas frescas.
Reparei num lata de pêssegos, visivelmente cansada, de tanto esperar por uma utilização, decidi aplicá-la neste gelado, afinal os pêssegos frescos não tardam em chegar, e quase certo a pobre lata, voltaria a ser derrotada por estes, até ao próximo Outono.


                                                           Gelado de Pêssegos

Ingredientes:

1 lata grande de pêssegos ( são cerca de 6 metades )
120g de açucar
1 pacote de natas bem frias
4 iogurtes naturais
2 claras de ovo
1 colher de sopa de sumo de limão




Preparação:

Escorrer os pêssegos e colocá-los uns 30 minutos dentro de um saco no congelador, leve também ao congelador o pacote de natas pelo mesmo periodo.
Findo este tempo, coloque-os dentro de um liquidificador, ou no copo da Bimby, adicione o açucar, as claras de ovo, os iogurtes, e o sumo de limão, bata até obter quase uma polpa ( digo quase, por gosto de encontrar alguns pedacinhos da fruta).
Bata as natas com uma colher de sopa de açucar, e adicione ( envolvendo) no preparado anterior.
Caso disponha de sorveteira verta para lá a mistura e programe cerca de 30 minutos, ou segundo as instruções do fabricante.

Sem sorveteira, deverá colocar o preparado dentro de uma caixa hermética, e levar ao congelador 3 a 4 horas, mexendo de hora a hora, para desfazer os cristais de gelo, que se vão formando durante a congelação.
Deve retirar para fora do congelador, uns 30 minutos antes de servir.



terça-feira, 15 de maio de 2012

Tiramisú, um Desejo Fresquinho!


O calor que tem feito nos últimos dias (30º C em Lisboa), leva-nos o apetite dos pratos quentes e pesados, e desperta-nos desejos fresquinhos : ) cedi a este..., há dias de sorte, não concordam?
A parte boa, é que fazendo 4 taças, uma, para cada um de nós, não há repetições, e o pequeno "incidente", fica assim minimizado!

                                                                       Tiramisú





Preparação:

Faça os cafés e coloque-os no frigorifico ( ou congelador ) para arrefecerem rapidamente.
Numa taça misture o queijo, a gema e o iogurte, bata bem até ficar macio.
Noutra taça, bata a clara em castelo e quase no final, junte-lhe o açucar para prender bem ( os mais gulosos deverão adicionar + 2 colheres de açucar).
Misture os dois preparados e leve ao frigorifico para que fiquem bem frios ( 2 horas bastam ).
Verta os cafés ( com ou sem rum), num prato onde caibam os 8 palitos.
Coloque-os sobre o café, vire-os rapidamente para absorverem dos dois lados, devem absorver todo o café.
Divida metade do creme por 4 taças de sobremesa. Ponha dois palitos em cada taça e cubra com o creme restante.
Polvilhe com cacau ou chocolate em pó. Adicionei-lhe também raspas de chocolate e crocantes de avelãs.
Pessoalmente gosto desta sobremesa bem gelada, aconselho a levarem as taças ao congelador cerca 30 minutos, e só depois as colocarem no frigorifico, por mais um par de horas.

Fonte: " A minha Cozinha"  de Clara de Sousa





quinta-feira, 10 de maio de 2012

Pudinzinhos de Legumes com Bacon



Estes pequenos pudins, são óptimas entradas. Também capazes, de se tornarem por si só, uma refeição leve, basta que se façam acompanhar por uma salada, ou um prato de sopa.

Fáceis, e rápidos de preparar, também versáteis, porque os preparamos com o recheio que gostamos, basta pensar, nas quiches ( aqui é igual, dá para juntar tudo o que temos à mão), ficam sempre tão bons!



                                             Pudinzinhos de Legumes com Bacon

Ingredientes:

1 alho francês, só a parte branca
1 cenoura ralada
1 pimento vermelho ( usei amarelo, era o que tinha)
1 mãozinha de azeitonas
cubinhos de bacon , quantidade a gosto
4 ovos
1 pacote de natas de soja ( ou as do vosso gosto)
flor de sal , pimenta, noz moscada a gosto
1 fio de azeite
1 colher de sopa de manteiga

Preparação:

Lavem e arranjem os legumes, cortem-nos em pequenos pedacinhos, juntem o bacon , e levem-nos a saltear com um pouco de azeite, e a colher de manteiga, temperem com o sal, pimenta e noz moscada.
Pré-aqueçam o forno nos 180ºC,  untem 4 ramekins, ou outros recipientes pequenos, próprios para ir ao forno.
Batam os ovos com as natas e um pouco de sal, pimenta e noz moscada.
Coloquem em cada ramekim, o preparado do legumes, vertam por cima o preparado dos ovos, e levem ao forno cerca de 30 minutos, ou até verificarem que estão dourados.

Notas: Os ramekins que usei, têm capacidade para apróximadamente 150 ml/ cada.



                        Retirem do forno e desenformem, podem servir quentes ou frios.




 

terça-feira, 8 de maio de 2012

Muffins de Maçãs, les uns e les autres...


Gosto de "pegar", nas receitas testadas, e aprovadas, e recriar, com algumas alterações aqui, e ali..., o caso destes muffins, que continuam a fazer sucesso, sempre que os faço.
Adicionei à massa cubinhos de maçã, e pincelei com um pouco de compota, a superficie de uns , usei a de morango (com muita pena minha, a de maçã tinha terminado).


Outros,  com apenas avelãs crocantes à superficie (mas não menos deliciosos), a contrastar com o interior húmido, e macio, deixado pelos pedacinhos de maçã.
Ficaram tão bons que " voaram" rápidamente.

                                          

  Muffins de Maçãs
Ingredientes:

2 chávenas de chá de farinha de trigo com fermento
2 colheres de chá de fermento quimico
1 pitada de sal
1/3 de chávena de chá de açucar
2 ovos
1 chávena de chá de leite morno
50g de margarina amolecida
1 colher de sobremesa de canela
1 colher de sobremesa de essência de baunilha
1 a 2 maçãs descascadas e cortadas em pedacinhos
crocante de avelãs, ou pepitas de chocolate ( opcional)


Preparação:

Ligue o forno e pré-aqueça nos 200ºC.
  1. Num recipiente coloque os ingredientes secos ; farinha peneirada com o fermento, açucar, sal , a canela e misture.
  2. Noutro recipiente coloque os liquidos ; o leite, o ovo, a margarina amolecida, a baunilha, misture.
  3. Junte os ingredientes liquidos aos secos, bata até que se misturem, se necessário adicione mais um pouquinho de leite, a massa deve ficar mais para o grosso. Adicione os pedacinhos das maçãs e envolva.
  4. Forre um tabuleiro de muffins, com as forminhas de papel, e encha com colheradas de massa.
  5. Coloque por cima de cada bolinho as avelãs e leve ao forno, cerca de 20 minutos, convém fazer o teste do palito. Não se esqueçam deles no forno, ficam melhor ligeiramente húmidos.




Notas: O nº de muffins, vai depender da quantidade de massa, que se colocar dentro das formas, nestes, enchi as forminhas até meio, e renderam cerca de 15 unidades. Se gostarem deles maiores, é uma questão de encherem um pouco mais as formas.




sábado, 5 de maio de 2012

Milkshake de Morango


Bem sei que as temperaturas, ainda estão baixas para gelados e bebidas frescas, mesmo assim, vou fazendo alguns, a pedido dos filhos.
Num fim de semana de Abril, em que tinha feito, gelado de morango, para a sobremesa do almoço, alguém propôs, que se gastasse o que sobrou num milkshake. A ideia, considerada "brilhante" (apesar do dia chuvoso que estava), foi aceite de imediato.
E soube-nos tão bem... que por breves minutos, "enganámos" um dia frio e de chuva.




                                                       Milkshake de Morango
Ingredientes para 4 copos:

600 a 800ml de leite frio
2 colheres de sopa de leite em pó
4 colheres sopa de açucar baunilhado ( usei caseiro)
5 a 6 bolas de gelado de morango
1 mão-cheia de morangos lavados e arranjados

Notas : Se não tiverem açucar baunilhado, coloquem açucar normal, e adicionem 1 colher de sopa de essência de baunilha.
Também fica bem com gelado de baunilha .




Na Bimby ou num liquidificador:

Colocar todos ingredientes dentro do copo e bater a uma velocidade média/alta durante alguns segundos. Devem ajustar a quantidade de açucar ao vosso gosto.
Servir em copos altos, os que gostarem podem finalizar com chantilly.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Salada de Arroz com Atum


 
 
 
                                                         Salada de arroz com Atum


Simples, simples, simples... e à distância de umas latas....

O arroz escolhido foi de milho e cenoura.
Junta-se o arroz com as latas de atum ( +/- 1 por pessoa ), lançam-se uns pózinhos ( alho em pó, raspa da casca de limão e oregãos), temperamos com um vinagrete e temos refeição pronta !


O arroz cozido na Bimby ao vapor

 800g de água com sal, 200g de arroz agulha no cesto, com uma cenoura ralada, 20 minutos, vel.3, Temp. 100ºC. Mexer o arroz a meio do tempo de cozedura.
Depois de o arroz estar cozido, mistura-se a lata de milho doce.


O arroz cozido pelo método tradicional

Colocar ao lume uma panela com bastanta água temperada com sal, assim que ferver, junte o arroz com a cenoura ralada, deixar cozinhar por 12 a 15 minutos, depende do arroz que utilizar. Escorra, passe por abundante água fria, volte a deixar escorrer. Misture a lata de milho doce já escorrida. Leve ao micro-ondas 5 minutos na potência máxima para que fique seco e solto.

Notas: Podemos juntar ovos cozidos, ervilhas cozidas, brócolos cozidos, azeitonas, etc.
Quem gostar pode envolver com maionese.